L! Espresso: Tímidos no mercado, São Paulo e Palmeiras precisam olhar para a base com maior convicção

Sem contratações até agora, São Paulo e Palmeiras já deram todos os sinais de que a aposta em jogadores vindos das categorias de base será uma constante na temporada. No Tricolor, antes mesmo da vinda de Fernando Diniz, isto já era uma realidade, com as presenças de Antony, Liziero, Helinho e Igor Gomes.

No Verdão, que pouco usou a base no Brasileirão de 2019, a mudança deve ser mais radical. No segundo tempo da partida contra o Atlético Nacional, pela Florida Cup, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou em campo o já conhecido Gabriel Veron e também Wesley, Gabriel Menino e Alan.

Agressivo no mercado nos últimos anos, o Palmeiras agora mudou o foco e, caso a venda de Gustavo Scarpa, se concretize, vai se aproximar da marca de R$ 90 milhões em vendas. Diniz e Luxemburgo abraçaram a ideia não só porque as condições financeiras dos clubes não são das mais confortáveis, mas também porque enxergam valor na molecada. Nos dois lados há jogadores que custaram muito dinheiro e trouxeram pouco resultado nas últimas temporadas.

A partir de agora, a aposta nos jovens precisa ser também uma questão de convicção.

Lance!

Anúncios

5 comentários

  1. Infelizmente o São Paulo de hj em dia se acostumou a entrar em campeonatos para disputar e não mais a ganhar! Espero que um dia volte a pensar como grande! Hj age como amador!

    Mais um ano pra passar rápido e esquecer!

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!