Sou, Sou Tricolor: Fatos da Semana

Fatos da semana – 25/03 a 31/03

As opiniões deste colunista a respeito da semana que passou.

Sem perspectiva – São 18 jogos sob o comando de Edgardo Bauza. Ao todo, 6 vitórias, 7 empates e 5 derrotas, que o fazem acumular um aproveitamento ridículo de 46%. Adversários difíceis, podemos somar no máximo quatro: SCCP, River Plate, SEP e Santos.

Time que mostrou evolução na defesa, com relação a equipe do ano passado; que costuma ficar mais tempo com a bola nos pés do que o adversário, mas que tem muitíssimas dificuldades de criação. Acho até que merecia um pouco de sorte melhor em vários jogos que não ganhamos neste ano, mas a verdade é que há muito tempo não vemos evolução nenhuma na equipe.

Jogando como mandante, tem dificuldade de penetrar na meta adversária.

Fora, ainda não venceu. Foram 9 partidas, com 2 derrotas e 7 empates, TODOS eles por 1 a 1.

Faz Ganso jogar como nunca antes no Morumbi, mas insiste em dar oportunidades para jogadores como Centurion.

Para a partida de ontem até gostei da escalação inicial, com Carlinhos na LATERAL, e três bons jogadores armando para Calleri. Com todos os jogadores a disposição, eu levaria a campo talvez os mesmos atletas, com exceção de Denis, que eu trocaria por Renan Ribeiro; e deixando brechas para a concorrência entre Rogério, Kelvin e Daniel; e entre Alan Kardec e Calleri.

Porém, em um olhar mais aprofundado, fica claro que o problema não tem sido tanto a escalação, e sim a falta de padrão ofensivo de jogo. Entra jogador, sai jogador, a apatia no ataque segue a mesma.

Me parece que Bauza não tem cancha para comandar equipes que precisem propor o jogo. Assim não era na LDU, assim não era no San Lorenzo. Novamente, receio que o Tricolor, além de todos os seus problemas extracampo, seja grande demais para El Patón.

Rogerio Ceni – Quatro pênaltis batidos no ano, nenhum gol marcado. Só mais um dos quesitos nos quais o M1to nos faz falta…

Jorginho – Se Edgardo Bauza anda sendo contestado, uma coisa deve ser levada em conta antes que peçam a sua cabeça: quem assumiria o Tricolor caso o argentino fosse mandado embora??

Há algum tempo tenho comigo que o Brasil possui hoje quatro técnicos que se sobressaem do restante: Cuca, Levir Culpi, Tite e Marcelo Oliveira. Perdemos a chance de contratarmos os dois primeiros, recém-empregados por SEP e Fluminense, respectivamente. Com Tite muito estável em Itaquera, a opção viável do momento seria Marcelo Oliveira.

Não tenho dúvidas de que o técnico há pouco demitido por Paulo Nobre tem o seu valor. Ninguém é bicampeão brasileiro com um time não brilhante como era o do Cruzeiro em 2014-15 a toa. Ninguém chega a quatro finais (duas delas com o modesto Coritiba) de Copa do Brasil em cinco anos (sendo campeão da última) a toa.

É claro que o mau trabalho feito no SEP chega a assustar. Mas não acho que um técnico de qualidade é aquele que consegue fazer bons trabalhos em todos os clubes por onde passa. O desempenho de uma equipe depende de inúmeros fatores além da capacidade de seu treinador.

Marcelo Oliveira poderia sim ser boa opção. Mas existem outras, fora desse meu top 4, que tem potencial para comandar grandes equipes.

Eu poderia citar o bom Roger Machado ou o na minha visão subaproveitado Vagner Mancini, mas o tópico é para falar de outro candidato, que aos poucos vai cavando seu lugar ao sol.

Jorginho tem ainda poucos trabalhos em seu currículo, mas alguns interessantes. Como auxiliar do fraquíssimo Dunga, conseguiu levar a seleção brasileira aos títulos de Copa América 2007 e das Confederações 2009, em uma equipe que, como dizem, tinha muito do seu dedo.

Em 2013, aceitou o desafio de tentar salvar do rebaixamento do Brasileirão a lanterna Ponte Preta. Mesmo melhorando o desempenho do clube de Campinas, não conseguiu evitar o inevitável. Em compensação, fez a proeza de levar a desestruturada macaca à final da Sulamericana daquele ano, eliminando inclusive o São Paulo na semi.

Não teve seu vinculo renovado ao final daquela temporada, e só voltou a ter uma nova oportunidade no futebol brasileiro no segundo semestre do ano passado. Novamente, com um desafio contra o rebaixamento. Dessa vez, de um time maior como é o Vasco da Gama.

Sabemos que a volta à Série B foi confirmada, mas a melhora do time sob o comando de Jorginho é inegável. Não apenas no 2º turno do Brasileirão 2015, como também no time atual. O Vasco da Gama é o único time invicto do Brasil neste ano e, desde a chegada de Jorginho tem o melhor aproveitamento de pontos do país, superando inclusive o SCCP de Tite.

Levando-se em conta que o Vasco hoje não vive os seus tempos mais gloriosos, acho considerável se pensar que Jorginho ainda não teve a sua grande oportunidade de mostrar seu trabalho em um time que brigue por títulos. No meu São Paulo, cairia com uma luva…

Milton Cruz – O São Paulo Futebol Clube e a sua torcida não devem nada a Milton Cruz, a não ser gratidão, por tudo que fez enquanto jogador, treinador e assistente técnico. Não há dúvidas de que o ex-funcionário teve sua importância em todo o processo vitorioso que o Tricolor experimentou nas últimas duas décadas.

Acontece que ciclos se iniciam, e precisam se encerrar para que novas pessoas comecem os seus. Até para os maiores atletas e técnicos de nossa história, o tempo de clube passou, deixando para nós apenas a lembrança das glórias como legado.

Milton Cruz fazia hora extra no Morumbi. Como treinador interino, sempre o considerei pífio. Na indicação de reforços, há tempos não conseguia repetir a eficácia de dez anos atrás.

Para o ambiente do grupo, tinha sim sua importância. Basta ver o carinho que figuras grandiosas de nossa história como Rogério Ceni e Muricy Ramalho tem para com MC. Mas o auxiliar também não era unanimidade. Bastou ver as mensagens positivas que ex-jogadores como Palhinha, Leandro e Amoroso postaram após a confirmação da saída de Milton.

Uma figura ambígua, capaz de ajudar todos os treinadores que passaram pelo Tricolor, ao mesmo tempo em que virava uma sombra para eles nos momentos mais difíceis.

Saída boa para todos. Para o São Paulo, que pode dar continuidade a sua reestruturação, e para Milton Cruz, que conseguirá assim manter o respeito que a torcida ainda tem por ele.

Boa sorte em sua nova jornada, seja ela qual for, e obrigado por tudo!

Pintado – Se Milton Cruz sai, Pintado chega ao Tricolor. Definitivamente, precisávamos de alguém com força no elenco, identificação com o clube e apoio da torcida para o lugar do desgastado Milton.

O meu único receio com relação a Pintado é o de que ele chegue ‘espumando demais’ para mostrar serviço, e que isso acabe gerando mal estar nesse mimado elenco tricolor. Um ‘superintendente’, como será mais ou menos o cargo de Pintado, não pode apenas cobrar os jogadores. Tem que saber a hora de exigir, mas também a hora de afagar. Isso vale para elenco mimado, aguerrido ou qualquer outro.

Ainda não divulgaram os detalhes de sua função, mas sinceramente eu espero que ela também não passe tanto pela indicação de reforços. Em uma das mais recentes entrevistas que assisti do nosso ex-jogador, ouvi de sua boca que um bom time começa por um bom volante destruidor. Talvez ele tenha falado de modo figurado. De qualquer jeito, vamos deixar essa parte para outro pessoal.

Seja como for, desejo toda a boa sorte do mundo para nosso novo funcionário. Eu preferia ver um Raí, um Leonardo ou um Cafú na função, mas só de ver a chegada de um ex-atleta identificado, já vislumbro uma mudança de pensamento na cabeça da direção. Que assim seja!

Torcida tricolor – É inegável: o desempenho do São Paulo nas arquibancadas é pífio em 2016. Ostentamos por exemplo uma média de menos de 7 mil torcedores por partida no Campeonato Paulista. Marca longe de fazer jus ao tamanho de nossa torcida.

“Modinha” dirão os rivais, que também podem se orgulhar de boas médias de no ano, fruto entre outras coisas de suas arenas recém-inauguradas. Mas existem duas estatísticas atuais que mostram como a falta de presença de torcida nos jogos do São Paulo é resultado de uma série de motivos, com exceção ao tal modismo.

Segundo dados divulgados pelo site “Movimento Por Um Futebol Melhor”, no primeiro bimestre de 2016, fomos o clube que mais arrecadou sócios-torcedores em todo o país. Em março, a alavancada deu uma diminuída no ritmo, mas ainda assim temos hoje a 3ª melhor marca do ano, atrás apenas dos embalados SCCP e Grêmio.

Mas foi um outro ranking, divulgado nesta semana, que me deixou, se não surpreso, ao menos satisfeito.

De acordo com a colunista Vera Magalhães, da Veja, o São Paulo é o clube com o maior número de camisas oficiais vendidas nas duas principais comerciantes de artigos esportivos do Brasil, a Netshoes e a Centauro. Em outra grande rede, a Futfanatics, o Tricolor aparece na segunda colocação, atrás apenas do Flamengo.

Não é a primeira vez que vejo o São Paulo liderar esse tipo de ranking. Pelo contrário, com muita frequência aparecemos como destaque nestas listas, o que só comprova o tamanho de nossa torcida, e mostra o porque de uma marca de grane notoriedade no mundo como é a Under Armour ter apostado tanto para se tornar a nossa fornecedora.

A novidade é mantermos essa constância em um momento conturbado como tem sido pelo menos os últimos meses, que tanto tem afetado as bilheterias de nossas partidas.

Caixa Econômica Federal – Como já argumentei em outras oportunidades, sou contra a possibilidade da Caixa Econômica se tornar a nossa patrocinadora máster, por causa de pelo menos duas razões. Primeiro porque eu não acho correto o uso de dinheiro público em time de futebol. Segundo porque, pelo que a gente lê e conhece do mundo obscuro da política, esses apoios aos clubes são decididos e negociados de acordo com interesses de pessoas e partidos, em um jogo nojento de lobbys e favorecimentos.

Mas a questão que quero abordar neste tópico foge da assertividade do São Paulo em aceitar ou não o tal patrocínio, caso ele viesse.

Segundo reportagem publicada pelo UOL nesta semana, depois de ser dispensada pelo SCCP, a Caixa estaria disposta a aumentar sua oferta de patrocínio para renovar seu vínculo com o clube de Itaquera, que já era tecido sob valores bem altos para o momento atual do país.

A pergunta é: porque tamanha vontade?

Eu entendo que o bom momento vivido pelos nossos arquirrivais nos últimos anos, dentro e fora de campo, pode e deve contribuir para melhores quantias, mas não com a tamanha discrepância que o banco federal tem proposto. Afinal, mesmo em mau momento, o São Paulo consegue por exemplo se sobressair ao time do Lula em camisas vendidas (como dito no tópico anterior) e audiência de TV (muitas vezes), e não ficar muito atrás na presença de torcida em estádio (de maneira geral).

Tudo muito estranho, como tudo que tem envolvido o SCCP desde que Andres Sanchez assumiu sua presidência. De lá para cá, o time, que estava a beira da Série B, ganhou, além de patrocínio público, muitos títulos e um estádio, e ainda viu o mesmo Andres se elegendo deputado federal pelo partido do Governo. Se mexer, sai caca…

Iago Maidana – Me chamem de maluco, mas eu ouvi o caso ‘Iago Maidana’ ter maior repercussão na mídia do que a prisão do VICE-PRESIDENTE do SCCP. Lamentável…

STJD – Essa não surpreendeu nem o mais ingênuo dos torcedores. Uma reportagem realizada pela competente jornalista da ESPN, Gabriela Moreira, e publicada nesta quarta-feira, mostra a interferência da CBF nos julgamentos do STJD.

Não vou me alongar muito sobre o assunto, porque apesar de bem feita, a matéria não nos revelou nenhuma novidade. Apenas a formalização de algo que já mais do que desconfiávamos.

A reportagem não cita, mas eu jamais vou me esquecer de dois episódios que beiram o absurdo: o ‘Caso Sandro Hiroshi’, que salvou o Botafogo de seu primeiro rebaixamento em 1999; e um outro, pouco lembrado por imprensa e torcida, que nos tirou das mãos o tetra-hepta em 2009. Neste segundo caso, o absurdo ficou por conta da suspensão de 3 jogos para Jean, Borges e Dagoberto determinada pelo STJD, em função de expulsões no jogo São Paulo x Grêmio, válido pela 35ª rodada do Brasileirão 2009. Até antes do julgamento, o Tricolor era líder do campeonato, 6 pontos a frente do Inter e 2 a frente do Flamengo. Terminamos o torneio em 3º, com a mesma pontuação do vice-campeão Internacional e a 2 do campeão Flamengo.

Por isso repito: reportagem bem feita, mas não muito necessária. A verdade já estava aí há anos, para quem quisesse ver…

Sócio-Torcedor – Às 00h01 desta quinta-feira, o São Paulo tinha exatamente 83.384 sócios cadastrados, 8.763 atrás do programa do Grêmio, nosso próximo adversário a ser superado. Acima deles, temos Internacional (112.756), SEP (126.898) e SCCP (143.599).

Página do Leco – Curtam, comentem e compartilhem a página do nosso presidente no Facebook:

https://www.facebook.com/Carlos-Augusto-de-Barros-e-Silva-o-Leco-745533575534551/?ref=aymt_homepage_panel

Wagner Moribe

wmoribe@hotmail.com

twitter.com/wmoribe

Anúncios

168 comentários em “Sou, Sou Tricolor: Fatos da Semana

    1. Não estariam com má vontade e nem fazendo corpo mole, mas parece evidente a descrença e o descontentamento em relação ao trabalho do comandante atual.

      Com o Osório, inicialmente o grupo estranhou bastante as metodologias muito inovadoras, mas compraram a ideia e o colombiano ganhou a confiança e o respeito, mas com o Bauza, o descrédito para total.

      Curtir

  1. Se da quanto trocar de treinador nossos problemas estavam resolvidos! Não digo que Paton não tenha sua parte, mas o buraco é bem mais embaixo. Não sei se por má vontade ou pela características dos jogadores que temos a disposição, mas creio que a equipe não joga como Bauza gostaria. Ele sempre fala na necessidade de compactar a equipe mas vemos uma distância absurda entre as linhas.

    Seu maior erro ao meu ver é insistir com caras que não correspondem embora timidamente busque alternativas. Lucas e João deveriam ser titulares, mas é preciso uma reformulação muito mais radical no elenco e isso é de responsabilidade da diretoria. Trocar o técnico não vai resolver, e bem capaz que piore ainda mais nossa situação.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Com todo respeito… Acho a coluna do Wagner a mais fraca do blog… É apenas uma opinião minha… Mas eu consigo discordaram redondamente de tudo o que esse cara fala… Acho muito corneta… E em analisando futebol muito fraco… Acho que só concordo com o posicionamento em relação ao Milton Cruz… Quando ao Bauza não ter tamanho pro Spfc… Me poupe querido o cara é muito competente … Seu curriculum fala por si… Só acho que a parada tá tão feia que tem que deixar o cara trabalhar… E quem sabe do meio do ano ele consiga receber os nomes que pediu para montar o time dele…. Ninguém salva esse time agora… Tem que deixar o homem trabalhar seu corneta!

    Curtido por 1 pessoa

    1. …”Mas eu consigo discordar redondamente de tudo o que esse cara fala”…
      …”Acho que só concordo com o posicionamento em relação ao Milton Cruz”…

      Então você acha normal/legal dinheiro público injetado de forma obscura em times de futebol? Acha normal/legal a CBF interferir nos julgamentos do STJD, inclusive para nos prejudicar?

      Curtir

  3. Sobre a CEF patrocinar o time do governo, é um completo absurdo!
    Em determinada oportunidade, eu li um artigo sobre para quais empresas é vantajoso um patrocínio máster de um grande clube. A conclusão desses estudo é que só vale a pena para a empresa no lançamento de um produto ou de uma marca. Isso, aliás, é fácil perceber com exemplos: TAM (SP), LG (SP), Jeep (Renegage) – Flamengo.
    A CEF certamente não se enquadra nessa hipótese, o que reforça a tese de que o patrocínio é político. Além do mais, o valor investido (+ de 30mi) não terá retorno para a empresa pública.
    Eu fico imaginando o Bill Clinton (ex-pres dos EUA), o Sarkosi (ex-França), o Tony Blair (ex-Inglaterra) fazendo lobby para que as instituições públicas dos seus respectivos países patrocinem os seus times do coração. Depois de imaginar isso, eu concluo que nós elegemos as pessoas que nós merecemos.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Moribe, penso que a reportagem de Gabriela Moreira é sim necessária. Já sabíamos? Ainda assim é importante que isso seja falado na midia e amplamente divulgado. Sem falar que a reportagem dá maior credibilidade e traz luz aos fatos. Não fica só nas impressões do torcedor, reacende o debate.

    Senão fica como você diz: está aí pra quem quer ver, mas poucos veem. Quanto mais reportagens, com qualidade, melhor. Esse é o papel da imprensa, muito bem representado pela jornalista.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Queria que alguem me explicasse um motivo lógico para a Caixa aumentar o valor de patrocinio num cenário que nao existe outra empresa interessada em patrocinar as frangas?

    Curtir

    1. Simples…… O “dimdim” sai do banco do PT, vai para as frangas….. e retorna ao banco do PT como forma de pagamento dos Cú…rinti…Anus. As frangas devem e muito. É uma forma que o Lú do Pt achou de ajudar as galináceas….

      Curtir

  6. Dois técnicos me intrigam atualmente. Um é o Marcelo Oliveira, que montou um baita time no Cruzeiro mas não emplacou no parmera. O Outro é o Patón, que tem feito a gente sofrer em 2016 mas já levou duas Libertadores na carreira.

    Minha hipótese sobre o Patón é que times fortes defensivamente e com alguma qualidade no ataque podem ir bem em torneios mata-mata, mesmo jogando esse futebol xexelento que temos acompanhado. Nós mesmos esse ano, em dois lances deixamos escapar duas vitórias na Libertadores. Se o Dênis não tivesse feito aquela lambança contra o River e o Ganso tivesse convertido o penalti contra o Trujillanos, nossa situação no grupo agora seria outra.

    No caso do Marcelo, não conseguiu formar uma grande equipe na porcada mas esse time do parmera também não é nenhuma Brastemp. E mesmo assim, foi campeão da Copa do Brasil. Não sei se seria um bom técnico para o SP mas ainda merece crédito, por todos os trabalhos que já fez e pelo time bicampeão que o montou no Cruzeiro.

    Curtir

        1. Rapaz, eu fico na dúvida viu?

          O Marcelo não conseguia fazer o time sair da defesa pro ataque sem chutão, não dá pra reclamar do Paton que ao menos deixa o pessoal tocar a bola, lento até demais, convenhamos.

          Agora os dois tem algumas similaridades, principalmente ao apostarem demais na jogada aérea e na finalização à distância, diferença é que o elenco do Marcelo era muito mais farto, mesmo assim não conseguiu extrair futebol suficiente em 1 ano de trabalho.

          Curtir

            1. Então, comentei um pouco abaixo como eu penso, pra mim o que explica a diferença bem grande no trabalho é a qualidade do meio campo, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart são muito melhores do que os atuais titulares do Palmeiras, esses jogadores em campo criavam uma terceira opção pro time que é trabalho coletivo com a bola, o Cruzeiro era ao mesmo tempo incisivo e dono do meio campo, esse não é o estilo do Marcelo Oliveira de forma geral, ele gosta do jogo predominando nas beiradas, por isso levou pro Palmeiras o Egidio e durante algum tempo o cara se destacou.

              No Cruzeiro ele tinha o melhor dos mundos: zaga forte e alta, laterais com muita qualidade, os meiocampistas sobravam e ainda conseguiam infiltrar (quantos gols de cabeça o Goulart não fez?), por fim o ataque era forte, Borges foi razoavelmente bem, Marcelo Moreno foi importantíssimo em 2014.

              Fora essa questão dos atletas, a mudança de ambiente também é importante, MG e PR são muito diferentes do que SP, pra um técnico como o Marcelo me parece pesar, no Vasco também foi mal e lá é mais similar à SP.

              Curtido por 2 pessoas

              1. Eu apostaria no Marcelo no caso de uma troca, Leandro. Não é à toa que se ganha 3 títulos nacionais por 3 anos consecutivos. Por mais que o time do Palmeiras tenha dificuldade, acho que o diferencial para o nosso tricolor é que possuímos volantes e meias mais técnicos que as peppas.

                Um time com Schmitd, Th. Mendes, Ganso, Daniel e Lucas Fernandes pode ter refinamento no toque e possibilidades de infiltração tal qual aquele Cruzeiro de 2013-14.

                Curtir

      1. Também não gosto do Marcelo. Ele teria que fazer outro bom trabalho num time grande para me convencer. Não vejo ele com a busca pela atualização que o futebol exige. É como o Muricy hoje. Acho que aquela fórmula vencedora dele não vinga mais. E então ele é só mais um.

        Curtir

    1. Patón é um treinador fraco que em clube algum conseguiu aproveitamento melhor que 50%.
      Marcelo não foi bem no Parmera, pq o time dos porcos é horroroso, consegue ser um elenco pior que o nosso. Foi quase um milagre ter ganho a copa do brasil, até pq tomou um vareio do Santos.

      Curtir

      1. Pior que o nosso? só estamos apanhando deles…. Na ultimas rodadas os Porcos perderam quase todas só ganharam uma, adivinha de quem foi ? nao aguento mais perder para porcada, e aquele Robinho que é ruim, mais ruim msm fazendo golaço na gente todo jogo, e fica se achando…..

        Curtir

  7. Michel Bastos e a nova vítima da torcida do São Paulo. O kra jogou bem ontem, e perder pênalti faz parte. A torcida deveria apoiar mais. Encher o estádio no fim de semana e apoiar os 90 mim.

    Acho que ta faltando torcida no estádio pra inflamar o time!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Ele perdeu outro pênalti, já são 2 este ano,

      Perdeu a bola do jogo para o linense

      As duas falhas capitais foram dele

      É mimizento,

      Tem que calar a boca e jogar bola, ele ganha pra isso.

      Pra mim pode vazar

      Curtido por 1 pessoa

        1. ppedroso,

          acho totalmente justa a cobrança.

          Ele diz que tem que ser decisivo, mas olha a bola que ele perdeu na intermediária no gol do linense… aquilo é displicência.

          Ele faz uma coisa e age de uma forma totalmente diferente.

          Ele errou o penalti ontem da mesma forma como errou da outra fez, exatamente da mesma forma. parece que não treina.

          Ele só se ofereceu para bater o penalti, pq se fizesse o gol, iria poder fazer aqueles gestos pra galera, batendo no braço, puxando a camisa…

          Ele fez por merecer tudo o que se cobra dele.
          Primeiramente, pq tem capacidade para jogar MUITO mais bola que isso.
          Mas, principalmente, pq suas decisões são pouco inteligentes, sendo que duas situações são simbólicas: o gesto para que a torcida se calasse e a orquestra da greve do silêncio.

          Outros atos sutis também dão a impressão de que seu caráter é duvidoso, como naquele gol em que ele empurrou o centurion na comemoração, constrangendo-o perante o estádio e as câmeras…

          Não desconheço que a torcida as vezes pega no pé de jogadores de forma desarrazoada, tal como estava acontecendo com o MENINO Lucão.

          Mas, neste caso especificamente, o MB vai ter que jogar muito para limpar a própria sujeira que fez.

          Curtido por 2 pessoas

    2. Exato, nossa torcida adora eleger um vilão, vide Maicon, Denilson, Paulo Miranda, Casemiro, Douglas, Lucão e agora Michel, acho que o problema é mais embaixo. Começa pela diretoria, depois passa pela comissão técnica e de pois os jogadores. Precisa voltar a mentalidade vencedora e envolve todos esses setores.

      Curtir

  8. Bauza tem que ser responsabilizado caso se confirme que seus metodos não estejam surtindo efeito, por isso tem que ser analisado o que acontece no CT da barra funda…. Pintado junto do Cunha, serão os analistas, tem que chegar junto e ver o que ta pegando…. não pode rifar o técnico assim sem antes diagnosticar a doença.

    Bauza tem que ter sua qualidade, não é possivel que o cara tenha ganho duas LA e vir pra cá e fazer esse péssimo trabalho até agora, tem que ir a fundo e descobrir a maldição desse CT não é possivel….. Osório quando treinou equipe, nós viamos a equipe atacando o adversario, viamos muito isso, pecava no quesito defesa, até pq nossas peças eram ruins,mas ainda sim tinha aqueles jogadores bicudos e tals…. agora o que mais me deixa puto, Wesley ganhar 400k por mês pra fazer nada, por mim começaria com ele a reformulação, seria meu primeiro jogador vendido.

    Curtir

  9. O Marcelo Oliveira é um cara bacana, se dá bem com os atletas, com a mídia, com os dirigentes, mas os princípios dele de jogo são muito nítidos há alguns anos: as grandes armas dos seus times são a jogada aérea e a individualidade.

    No Cruzeiro ainda tinha qualidade no meio campo porque Everton Ribeiro, Lucas Silva e Ricardo Goulart tem muito mais qualidade que os titulares do Palmeiras, mas fora isso o time é todo armado pra partir pra bola jogada na área (com bons cruzadores e cabeceadores, não só chuveirinho) e pra lances individuais como dribles e chutes de longa distância.

    Curtir

    1. Até concordo que as principais “armas” do Marcelo são estas. Mas, não vamos nos esquecer de uma coisa. Nos anos que o cruzeiro foi campeão, a grande arma do time era a regularidade perante os times menores e mais fracos. Cruzeiro perdeu pontos jogando contra SP, corinthians e afins. Mas, em contra partida, diferente de outros grandes, não perdia ponto contra os pequenos, seja em casa ou fora. Não atoa, na libertadores, o cruzeiro nao chegou nem perto de ser o time temido que era no brasileirão.

      Curtido por 2 pessoas

  10. Na boa, tem horas que sinto vergonha de ser sãopaulino….não pelo time, pelas derrotas, pela direção. Mas por esta torcida MODINHA, MIMADA E MAL ACOSTUMADA!!!! Sim, esta mesma torcidinha que um dia expulsou Kaká do Morumbi e pouco tempo depois este mesmo Kaká foi eleito o melhor jogador do planeta. Sim, esta mesma torcida modinha que um dia quis a cabeça do Mestre Telê Santana. Sim, esta mesma torcida modinha que entra da onda da uniformizada DEPENDENTE pedindo a cabeça de jogadores importantes como o Michel Bastos. Sim, esta mesma torcida modinha que pediu o Bauza aqui neste espaço, e que agora o quer ver longe…mesmo com apenas 3 meses de trabalho….continuem assim seus modinhas!!!!! Certamente estarão contribuindo muito para a retomada de rumo do meu amado tricolor!!!!!!!! Criem vergonha na cara e compareçam aos jogos para incentivar o time…esse é o papel de verdadeiros torcedores que amam o seu clube do coração!!!!!

    Curtir

    1. srsrssr amigo acalma o coração, toma uma cerva e depois volte srsrsr…. muitos falam de analisar o caso e SE o Bauza realmente não estar agradando nos treinamentos e métodos usados, ele é retirado, mas SE ele estiver realmente ligado no desempenho do time nos jogos…. Agora se for jogador fazendo briguinha, dai pega esses elementos e mete o pé.

      Não é questão de sao paulinidade ou torcedor modinha, cada um pensa de um modo, fora o torcedor bravo e com razão, nós hoje não metemos medo em ninguém, até o timeco da bolivia vem aqui causar contra nós…. SPFC precisa ser passado a limpo de ponta a ponta, ver o que realmetne está afetando o time.

      Curtir

  11. Era um defensor do Bauza até ontem, achava que com o tempo o time iria se achar e começar a ganhar, pois nosso aproveitamento com o Bauza é muito baixo, de 45%, porcentagem bem próxima do rebaixamento no brasileirão, minha esperança era que o time começasse a jogar bem e nosso aproveitamento chegasse acima dos 60%, esse é o percentual para brigar pelo título, abaixo disso, time grande não ganha nada. Infelizmente, o porcentual histórico do Bauza é muito baixo em todos os times que treinou, não sabia disso até que o jornalista Leandro Quesada dar essa informação, fiquei muito preocupado e sem esperança de coisas melhores, parece que o Bauza não é treinador para times grandes.

    Rosario Central 151 63 39 49 41,7%
    Vélez Sársfield 39 13 14 11 33,3%
    Colón 76 29 26 21 38,2%
    LDU 354 160 99 95 45,2%
    San Lorenzo 98 46 20 32 46,9%
    São Paulo 14 5 4 5 44,5%

    Curtir

    1. Essa conta tá errada, vamos considerar apenas o aproveitamento do SL

      98 partidas = 294 pontos
      46 vitórias = 138 pontos
      20 empates = 20 pontos
      32 derrotas = 0 pontos

      158 pontos de 294 disputados equivale a 53,7% dos pontos disputados. Ainda é pouco, mas demonstra a má-fé da mídia sobre o nosso time

      Curtido por 2 pessoas

    2. Caraca mano, que informação boa!
      Se isso for verdade mesmo, vamos tirar o Baúza urgente. Que porcarias de médias são essas?

      Se nós não aguentamos nem Muricy com essas média:
      Muricy Ramalho 389 | 209 | 106 | 74 | 62,81%

      Será que vamos dar conta de aguentar Patón?

      Repito, se essas informação for realmente verdadeira, podemos cobrar a cabeça dele urgentemente.

      Curtir

    3. Vou colar a média do Bauza em todas os meus comentários, para que todos vejam, que não adianta dar tempo a ele, o máximo que ele irá conseguir é isso que nós já estamos vendo. Ele é fraco.

      Curtir

  12. Meu palpite é que o elenco não tem preparo psicológico e estão dando o sangue em campo porém tem muito jogador que não sabem o básico como chutar ao gol, bater pênaltis e cabecear. Nem tudo é culpa do Bauza.

    Curtir

  13. O problema não começa pelo Bauza, o grande problema começa nessa diretoria ridícula. Mas de forma alguma quero a permanência do Bauza. Não gosto de times defensivos e do jeito que ele vem escalando o tricolor. É inconcebível que ele permaneça com o Hudson de titular, o Carlinhos jogando do meio pra frente, e o Michel, Wesley, Centurion, Carlinhos de pontas com o Calleri isolado la na frente. E ainda somos chamados de modinhas e cornetas por parte de alguns. Já dei algumas sugestões como João Shimitd de volante no lugar do Hudson, arrumar alguma venda ou troca com Michel, Carlinhos, Wesley e Centurion. Tentar o Inácio como ala em um 3-5-2 ou até mesmo o Michel. Rodrigo Caio como 3º zagueiro. Auro como ala no lugar do Bruno no mesmo 3-5-2.

    Falta muita lógica para a Diretoria e para o Bauza, e não venham dizer que ele ganhou 2 Libertadores. Pra mim até agora ele não mostrou para que veio. Não se deram conta de que não ganhamos nenhuma partida oficial fora de casa esse ano? Olha a campanha horrível que estamos fazendo esse ano…. Olha as opções da escalação todo jogo é a mesma coisa…. é normal o Dênis ser capitão desse time? E antes dele o capitão foi aquele quem mandou a torcida ficar calada…. o Mimimichel. Os verdadeiros capitães deveriam ser o Lugano e o Maicon.

    Diretoria também errou, mas agora pra frente tem que mudar. Contratem um goleiro de vdd e não renovem com o Dênis, ele não tem nível para ser o titular do SP e tampouco capitão. Já falhou muitas vezes e tomamos gol que não tomariamos se tivessemos um goleiro de vdd.

    Curtir

  14. Repito, não quero um time que joga para “tentar ganhar” por 1×0 todo o jogo. Ver o tricolor é muito chato. Me da desgosto ver a atual escalação do SP e perceber que só estamos fazendo gols, que estão sendo muito raros, em bolas aéreas e lances individuais do Ganso. Realmente isso não é o que espero de meu tricolor. O bauza é 100% culpado? Não!!!! Mas não quero o meu time jogando desse modo. Então que essa Diretoria tome vergonha na cara, pare de pensar em seus próprios benefícios e realmente façam coisas condizentes com a grandeza do SPFC.

    Curtir

    1. Tiago , concordo com voce, antes dele receber os nomes que pediu, nao vamos cobrar nada, agora apos estes nomes chegarem, ai sim vamos cobra-lo de verdade. O homem pediu Ortogoza e Bufarinni , e recebeu Kieza e Kelvim, e brincadeira.

      Curtir

  15. Atribuo no mínimo uns 60% da atual crise para o Antaíde. Nesse momento poderiamos ter o Ricardo Oliveira no Ataque e o Nenê do Vasco ao lado do Ganso que poderia ter vindo para o SP, assim como o Lugano desde o começo de 2014. Porém, esse cidadão não quis…. e prejudicou muito o nosso Tricolor. Quem poderia ser o cobrador de penaltis? O próprio Nenê.

    Curtir

  16. Ótima tarde à toda legião tricolor do planeta !

    Por quê Bauza não bateu o penalti?
    O Luiz Cunha não entrou no segundo tempo?
    O Pintado já vem para jogar no próximo jogo?

    Só eu vejo o Bauza isolado e perdido, sendo cozido e posteriormente frito , nesta imensa panela tricolor ?

    O SPFC transformou-se em cemitério de técnicos ?

    Curtir

  17. Respeito quem pensa que Bauza deve ser demitido, mas meu medo é quem virá, como e porque. E sem mudanças mais profundas não vai adiantar nada. Não sei se o jogadores o boicotam ou se não tem as características para cumprir o que ele deseja ou se simplesmente lhe falte maior capacidade para virar o jogo. Mas se decidirem por uma mudança no comando deverá ser muito bem estudada e acompanhada de uma grande reformulação no elenco. Senão a vaca vai pro brejo de vez.

    Curtir

  18. Bauza agora começa a conhecer melhor como cada um rende mais.

    Futebol como são 11 jogadores, tem inúmeras variáveis. E Bauza, começou priorizando a defesa.

    Desta forma, a escolha sempre foi por extremos que defendiam bem e protegiam os laterais. E de fato, tomamos pouco cruzamentos em nossa área, algo que acontecia muito, e que Lucão não conseguia ganhar 100% dos cruzamentos pelo alto.

    Bruno esta melhor defensivamente, e vem subindo menos. Isso possibilita agora, que Bauza comece a testar outras opções nas pontas.

    Mena é um lateral muito bom defensivamente, e apoia bem. Mas, talvez seja melhor ele defender mais, e deixar alguém que jogue mais adiantado é que crie as jogadas. E Daniel, tem criado.

    No meio, é necessário jogadores que roubem mais as bolas, parem as jogadas, para que nossos defensores não fiquem mano mano e na velocidade contra atacantes adversários.

    E nesse sentido, o melhor jogador é Hudson. Ele toma cartões, mas, para parar jogadas que podem ser perigosas.

    Calleri, tem se entrosado melhor com Ganso, pois é o que mais joga perto dele e com frequencia. Pela direita, já foi Centurion, Michel Bastos, Thiago Mendes, Wilder, Kelvin, e pela esquerda já foi Carlinhos, Michel Bastos, Daniel, Rogerio, Lucas Fernandes, Centurion.

    Ganso, tem jogado demais, com dois volantes atrás dele, meias que fecham laterais, e com liberdade total.

    Equilíbrio, combinação de características, entrosamento, isso tudo leva um pouco de tempo. Seria ótimo se fosse rápido! Mas, não é.

    A grande diferença hoje do futebol europeu para cá, é que alguns jogadores permancem por mais de 5 anos jogando com os mesmos jogadores, e o entrosamento, os faz errar menos passes, e com mias criatividade.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Concordo.

      Talvez o que não estejamos percebendo é que Bauza tem tentado fazer uma transição entre um plano de jogo que montou no começo do ano e que não se mostrou eficaz.

      E isso está sendo feito conforme os jogadores vão se apresentando para ajudar.

      Daniel voltando de lesão,
      Lucas Fernandes subindo dos juniores.

      Enfim, é evidente que ele está rodando as escalações e testando alternativas.

      Certamente ele não está achando o trabalho fácil.

      E acho que interromper este trabalho agora, nos privaria de ver o resultado a médio prazo, que pode ser bom.

      Tivemos muitos técnicos nestes últimos anos… nada deu 100% certo. O que pareceu ser mais promissor saiu fora pq a diretoria o espantou.

      Vamos ter calma e fé.

      Curtir

      1. Roberto,

        Isso mesmo! Não é fácil mudar a cabeça dos jogadores. Escalá-los é fácil.

        Mas, não se muda característica de jogadores em 2, 3 meses. E Bauza como não tem Buffarini, esta fazendo Bruno marcar mais, e não deixar suas costas desprotegida.

        Hudson vem melhorando defensivamente.

        Ainda falta aos extremos entender que a prioridade é fechar espaços. E depois jogar.

        Afinal, quem se lembra na época de Osorio, ou Milton, que diziam que os pontas não acompanhavam os laterais, e por isso cruzavam tanto na nossa área.

        Curtir

    2. Média do Baúza frente as equipes onde teve tempo para desenvolver sua filosofia.

      Rosario Central 151 63 39 49 41,7%
      Vélez Sársfield 39 13 14 11 33,3%
      Colón 76 29 26 21 38,2%
      LDU 354 160 99 95 45,2%
      San Lorenzo 98 46 20 32 46,9%
      São Paulo 14 5 4 5 44,5%

      é… deixem o Baúza trabalhar…

      Curtir

    3. Sempre com muita lucidez seus comentários. Queria eu, e também grande parte dos torcedores aprenderem certas análises tão simples como estas. Visão dos fatos é para poucos que possui a tranquilidade do saber, coisas que nasce com agente e levamos para eternidade…. mas isso se dá com a simples vontade de aprender e respeitar ao próximo. Entendo um pouco e respeito também o imediatismo do torcedor frenético por resultados…. “entendo, respeito mas não concordo com muitos” muitos torcedores cansaram de pedir treinadores modernos com filosofias diferentes (coisas novas) etc., mas não entendem que uma mudança pode ser duradoura e que não adianta antecipar metas. Um exemplo dessa mudança é o Ganso. Ele por ser mais inteligente, já absorveu essa nova filosofia que o treinador está implantando. Já observaram que Bauza não é de ficar se expressando a beira de campo??? Treinadores que sabem o que quer passa informações e filosofias durante os treinos e não precisa ficar cobrando durante o jogo, se não aprenderam naquele jogo serão substituídas as peças. Por acho que ele coloca centurion mais vezes, por acatar o que o treinador pede, mas não consegue ainda colocar em campo na hora do jogo. Vamos ser sensatos, nosso elenco não são dotados de grande intelecto. Mas pode aprender…. Por isso é preciso tempo, disciplina e dedicação…(coisa que não acho que esteja faltando no elenco), acredito até que estão um pouco assustados com os novos métodos desse tal “futebol moderno”. Parem de culpar o bauza pela insistência em algum jogador, talvez o mesmo tenha sido o melhor nos treinos e aplicação tática. As vezes vemos o adversário com os olhos míopes de um futebol arcaico. Não é possível que um “cara” que estudou a fundo o futebol não perceba coisas que nós meros torcedores (fanáticos), enxergamos sem a razão e sim com emoção. kkkkkkkk. Abraço a todos.

      Curtir

      1. Ronagom, você tocou em um ponto importante! Intelecto.

        Futebol hoje não é só habilidade. Jogadores de Condomínio como Muller, Xabi Alonso, Iniesta, Thiago Motta, Kross, se destacam exatamente pela inteligencia.

        Já foi a época de Garrincha. Hoje o time adversário, iria rever seus 20 últimos jogos, e fazer uma estatística de quantos dribles ele dava para o mesmo lado. Dobraria a marcação e encurralaria ele.

        Algumas vezes, ele iria conseguir driblar mesmo assim. Mas, perderia várias, sua confiança cairia, seus companheiros iriam reclamar, e a torcida chiar.

        O que falta na verdade são os jogadores assistirem os últimos 3 jogos do próximo adversário. Cada jogador tem que se atentar para o jogador que vai marcar ou vai ser marcado. Estudar seus movimentos.

        Curtido por 1 pessoa

  19. Insisto na pergunta:

    Cadê o VP de futebol ?????

    A vice presidência de futebol do SPFC está vaga, desde a saída do Ataíde.
    Estamos sem a principal autoridade do futebol do tricolor …, que deveria responder por toda a zona instituída no pífio e insignificante futebol atual do nosso amado tricolor.

    Curtir

    1. Leco quis diminuir a distancia no futebol!

      E isso é péssimo. Pois como diretor de futebol, foi um dos piores nas duas passagens que me recordo.

      Na época desse negócio de Jorginho Paulista, é que começamos com esse negócio de pipoqueiro, sem raça.

      Afinal, tivemos a sorte de descobrir Kaka e Luis Fabiano (que estava no Rennes). A principal contratação foi bem ao estilo Leco: Reinaldo por empréstimo e Fabiano, um ponta direita que jogava no Internacional.

      Enfim, o time dirigido por Oswaldo de Oliveira, foi o melhor time da fase de classificação. E perdeu do Santos de Leão, que havia se classificado em oitavo, em dois jogos.

      Isso sem contar no negócio de Ricardinho que rachou o elenco, e deixou os jovens como Kaka, Julio Baptista descontentes, pelo salário que chegou o meia. Era muito, mais muito mais do que os jovens.

      Enfim, depois de perder, começou essa historia de pipoqueiro. Kaka, Julio Baptista, Fabio Simplício, Jean, Maldonado, Ricardinho, Luis Fabiano, Reinaldo, não poderia perder de Paulo Almeida, Alex, Elano, Renato, Robinho e Diego.

      A história mostrou que Kaka era muito melhor que Robinho, e muito menos pipoqueiro. Ganhou mais títulos por onde passou, seja Milan, seja Real.

      A questão é que o time do Santos foi melhor em 2 jogos. E isso acontece.

      Enfim, vendemos Julio Baptista, Kaka, e pela comissão que pagamos, esse Jorginho Paulista custou caro!

      E ficamos com um interino (Rojas), ao invés de Milton Cruz.

      Em 2009, ele que dispensou Turibio, Carlinhos Neves, e quem encostrou MAC, assim como quis fazer com MIlton Cruz agora.

      Demitiu Muricy, dps Ricardo Gomes, dps Carpegiani e preferiu apostar em Sergio Baresi (ao invés de MC).

      Curtir

  20. Com relação ao aproveitamento e jogos fora de casa, é bom ir se acostumando. O Bauza foi campeão da liberta com o San Lorenzo sem vencer um único jogo fora de casa. Neste mesmo ano o aproveitamento do Bauza foi menor que os 46% atuais com o SPFC.
    Um bom comparativo do San Lorenzo são os times pequenos campeões da Copa do Brasil, tipo Santo André e Paulista. A pergunta é, queremos o SPFC jogando estilo Santo André e tentando a sorte com um aproveitamento de 40%? Time que se acovarda para jogar contra qualquer adversário?? Que entra no 4-5-1 para enfrentar equipes do interior paulista??
    Eu, pessoalmente, receio que quando enfrentar adversários melhores no brasileirão esse aproveitamento pode cair abaixo dos 30% e encaminhar um rebaixamento. Fosse eu que tivesse a caneta na mão já tinha demitido há um mês, ou nem teria trazido.

    Curtido por 1 pessoa

  21. Quem do atual elenco tricolor está fazendo a diferença em campo ?
    Quais dos jogadores seriam insubstituíveis …, causariam clamores de fúria na torcida caso saíssem ?
    Deste desacreditado, desequilibrado e omisso elenco, quem seria titular absoluto ?
    Mesmo o “acima da média” e “craque” Ganso alterna ótimas e péssimas partidas.

    Já disse e repito: Bauza não é problema tricolor …, a ausência crônica de futebol antecede e muito sua presença no comando técnico do SPFC.

    SPFC = cemitério de técnicos.

    Curtir

    1. Por pior que sejam os nossos atletas, sem sombra de dúvidas são muito superiores aos do Novorizontino, The Strongest, Trujilanos, Linense, Ituano, sub-23 do Santos.

      Curtir

      1. Thiago …, vejo a ausência de futebol neste time desde o Muricy, Milton, Doriva, Baresi, Autuori …,
        poucos momentos de eficiência com Carpegiani e Ricardo Gomes …,. mas nada que se possa
        considerar razoável.
        Osório brindou-nos com novas possibilidades e encantou-nos com sua filosofia ofensivista, dentro
        de um clube destroçado politicamente e um elenco desfigurado e desequilibrado, conseguindo extrair leite de pedras.

        Curtir

        1. Pois é, mas veja o ano passado. Por mais que critiquem o Muricy, o SPFC classificou na liberta num grupo que tinha Corintia e o próprio San Lorenzo (treinado pelo Patón). Esse ano vamos cair fora num grupo que tem Trujilanos e Strongest. Sinceramente, a moçada do sub20 mete uns 5 nesse Trujilanos e uns 3 no Strongest. Por pior que todos esses técnicos foram, sempre ficamos acima de um certo limite de ruindade. Por pior que fossem outros treinadores, nunca deixamos de ganhar de times pífios como os que citei acima. Tudo tem um limite, e o Bauza tá bem abaixo dele.

          Curtir

          1. Thiago …, em função da minha idade, sou do tempo em que o SPFC não perdia para time pequeno.
            Nossos rivais viviam perdendo, além dos grandes períodos sem títulos.

            O time da Zona Leste ficou 23 anos na fila, eternamente risível.;
            Os verdes da capital ficaram 17 anos sem ganhar nada e eram sistematicamente eliminados por XV de Jaú, Bragantino, perdiam finais para Inter de Limeira e Guarani.
            O Santos depois do timaço do Pelé e Cia. desapareceu do mapa do futebol, de tempos em tempos aparecia um time de garotos, mas nada demais.

            Nosso futebol atual está descaracterizado …, desde 2009 nosso time não se encontra.
            Os sucessivos elencos conduziram-nos em fracassos sistêmicos e nossa direção inerte, apenas recolhe suas comissões e nosso futebol afunda.

            O SPFC tornou-se um cemitério de técnicos e nosso futebol não tem mais identidade própria.

            Curtir

    1. Será que nos treinamentos a equipe treina ?
      Se treina, em qual esporte ?
      Ninguém joga futebol neste time que AINDA não existe.
      O Bauza não pode contar com ninguém ao seu lado e este elenco não responde a nenhum apelo
      ou solicitação.

      Curtir

  22. Rosario Central 151 63 39 49 41,7%
    Vélez Sársfield 39 13 14 11 33,3%
    Colón 76 29 26 21 38,2%
    LDU 354 160 99 95 45,2%
    San Lorenzo 98 46 20 32 46,9%
    São Paulo 14 5 4 5 44,5%

    Jesus amado!!! então estamos na média…kkkkk

    Pergunta: Cadê o nosso amigo Dinho?? sumiu

    Curtir

    1. E ai? Vamos deixar o Bauza tabalhar mesmo? Para que ele faça o excelente trabalho que fez nos outros clubes… kkkkkk

      Não quero meu tricolor nas mãos desse Jair Picerne argentino.

      Curtir

  23. Torcedor é engraçado…….tínhamos o Osorio que QUIZ ir embora, aí trouxe o Doriva que ninguem queria, todo mundo queria outro estrangeiro, no começo do ano todos falavam que Bauza era o cara e que precisava de paciência até ele se ambientar com os atletas e com o estilo do futebol brasileira….etc. ..Três meses depois o cara não presta e tem que trazer um Brasileiro blablabla.
    Cade a paciência que todos pregavam que teriam, quando ele chegou foi alertado que primeiro tentaria arrumar a defesa e que normalmente times dele vence de 1 a 0 apenas.
    Esqueçam o Osorio pelo menos por hora, ele quis sair e é passado. Pelo que li tanto no San Lorenzo quanto na LDU o Bauza começou mal e depois arrumou o time. Só vou cobrar dele quando ele tiver seu tempo de adaptação.

    Curtido por 1 pessoa

    1. olha ai a adptação dele no que deu, um LA mas jogando sofrívelmente.

      San Lorenzo 98 46 20 32 46,9%

      Ganhar LA assim? Prefiro ganhar jogando futebol, assim como ganhamos em 2005.

      Curtir

  24. Nos estamos a 18 jogos com bausa..ja temos como entender como ele ve futebol. Nao mudara o sao paulo. Sera esse tipo de jogo enquanto ele for tecnico. A unica alteracao do pragmatismo sera quando o time estiver.perdendo.. dai ele coloca 2 centro avantes e tenta o gol com cruzamentos na area. Essa de cv vitorioso nao cola..se na argentina contrarassem o celso roth. Poderiam dizer tb..campeao da libertadores…uma coisa que ningue
    fala…fora a libertadores. Quais outros titulos o bausa tem.. eu sei que no ultimo jogo..peguei no sono..dormi uns 15 minutos no primeiro tempo.

    Curtir

  25. Rosario Central 151 63 39 49 41,7%
    Vélez Sársfield 39 13 14 11 33,3%
    Colón 76 29 26 21 38,2%
    LDU 354 160 99 95 45,2%
    San Lorenzo 98 46 20 32 46,9%
    São Paulo 14 5 4 5 44,5%

    Para o Bauza o que está acontecendo é normal, está é a média.

    Lamentável 42nenhum

    Curtir

    1. Típico aproveitamento para rebaixamento. ..

      Eis o ponto, este é o padrão Bauza, em aproveitamento, além de desenvolver um futebol pragmático e defensivo.

      Em mata-mata poderia ajudar, pontos corridos é suicídio.

      Eu desisti já (dele), Não há evolução pois não há mudança, não tenta melhorar.

      Curtir

  26. Eu gostaria de entender , aqueles que reclamam de Bauza , o que eles tem a dizer do fato de ao longo de 2014 até aqui o São Paulo teve como técnicos , Muricy, Milton Cruz (interino), Osório e Bauza(atualmente), nenhum deles conseguiu fazer o time deslanchar , mostrar um futebol consistente , exceto o segundo semestre de 2014, quando aspirávamos brigar pelo titulo junto com o Cruzeiro, enfim já sabemos no que deu , o time pipocou em jogos que não devia , e é nítido também que aquele time foi modificado considerávelmente no decorrer dos meses, com as saídas de Souza, Boschila, Kaka e tantos outros.Resumindo é o seguinte , na minha opinião é besteira e perda de tempo, discutir sobre esquema tático , treinador , sendo que o que afeta a má conduta do time dentro de campo , são pela ordem , ma gestão , estatuto do clube , que é arcaico ,pois os presidentes eleitos serão sempre aqueles que oferecerem melhores agrados ao conselheiros , como viagens para jogos custeado pelo clube, ingressos para shows no Morumbi também custeado pelo clube e tantos outros agrados. É preciso entender que o cenário é complicado e o problema é mais em cima do que la embaixo.Contudo entendo que o Bauza tem sim seus erros como principalmente persistir em jogadores como Hudson , Centurion e tantos outros, apesar que o Centurion ja vem sendo banco nos últimos jogos,o que acredito ser já uma vitória kkkkkkkkkkk, mas para aqueles que pensam diferente , que acha o Bauza fraco e etc, lembre-se o TITE que hoje é endeusado como o melhor técnico desse pais e com certeza ele é, quando foi eliminado pelo Tolima ninguém o queria inclusive muitos dentro do clube, segundo , quando o SCCP decidiu trazer o Tite depois de passagens pelo Atlético MG (Rebaixando o Atlético , e isso muitos esquecem),com passagens também pelo futebol Chines e por ai vai, muitos torceram o nariz, o que quero dizer , que é preciso o São Paulo modernizar , se estruturar administrativamente , mudar o estatuto do clube, colocar pessoas competentes em departamentos chaves como Diretor Executivo de Futebol , Marketing , Comunicação, Financeiro, colocar ex jogadores para trabalhar no clube como o Pintado e o Cafu para cuidar do futebol em conjunto com o Diretor Executivo e por ai vai, feito isso teremos sem duvidas resultados melhores em campo.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Já que você quer entender quem reclama eu vou lhe explicar.
      O SPFC do Bauza joga em extrema retranca contra todos os times, inclusive os pequenos da América do Sul e os pequenos Paulistas.
      O SPFC do Bauza não tem um única jogada ensaiada. Nem definição de quem bate faltas e escanteios tem. Cheguei a ver o Hudson tentar bater uma falta de 45 metros de distância, ridículo. Até meu cachorro cego sabe que o Hudson dá passes de no máximo 5 metros.
      O SPFC do Bauza insiste em um esquema tático único, que além de covarde não funciona. Com 2 jogadores abertos, mas que ficam cravados que nem um poste nas pontas.
      O Bauza estabeleceu sua própria panelinha para fazer frente a panela dos jogadores. É vexatório ver a proteção que tem o Centurion.
      O Bauza escala mal e, pior, é injusto com os atletas. Jogadores que treinam bem e entram bem nos jogos ficam de lado enquanto os parceiros jogam. Caso extremo foi o Rogério: a torcida pediu tanto que o Bauza decidiu colocar para queimar, colocou o cara aos 45 minutos do segundo tempo, o Rogério foi lá e meteu gol. Tentou queimar mais uma vez colocando aos 40 min., o Rogério foi lá e meteu gol. Fez uma última tentativa de queimar o atleta colocando ele no meio, o Rogério foi lá e meteu gol. Desde então não se sabe mais do Rogério. Tudo isso para blindar o Centurion, que não joga nada.
      É impossível ser reconhecido e respeitado como líder do grupo quando se é injusto e arbitrário nas oportunidades dadas aos atletas.
      O Bauza colocou o Michel e depois o Denis de capitão da equipe!!! Ele não faz ideia quem são os atletas do elenco, nem sua importância no clube.
      O SPFC do Bauza não consegue se impor e vencer nem os times do paulistão, a previsão para o Brasileiro é tenebrosa.
      Na libertadores, qualquer técnico + ou – consegue vencer o Trujilanos e o Strongest.

      Curtir

      1. Tiago,
        Discordo um pouco dos seus fudnamentos.

        Bauza não joga retrancado. Posse de bola sempre é maior e em várias oportunidades jogamos mais no campo adversário do que no nosso próprio campo. Nos jogos da libertadores, com exceção ao jogo contra o River, o SPFC afundou os dois times em seus campos de defesa (Strongest e Trujillanos). Acontece que o resultado de ambos os jogos não foi bom. Mas não é possível dizer que o time é retranqueiro.

        Quanto as jogadas de bola parada, pode perceber também, que se não é o ganso metendo gol com a bola rolando, os demais gols sairam de bola parada. Portanto, algum mérito há neste quesito.

        Quanto ao Rogério, acredito que ele tenha sumido porque está machucado.
        Podemos enxergar também a situação do Rogério – por meio dos mesmos fatos – de forma diferente.

        Quando acabou 2015, Rogério estava em alta.
        Chegou Bauza e deu pouca bola pro jogador. E foi o colocando no final das partidas. Surpreendentemente – para Bauza – o Rogério meteu gols importantes, o que o fez reparar melhor no jogador. Bauza chegou à conclusão que deixar o Rogério aberto na esquerda era desperdício de sua capacidade, porquanto ficava limitado a uma situação de jogo e visualizou que o jogador poderia render mais no meio (como você disse, mas eu o enxergava como segundo atacante). O que aconteceu? Ele fez gol também. Mas nesse mesmo jogo que ele fez gol, teve a moral de reclamar da posição… Ai eu lhe pergunto: quem está errado? O técnico que – declaradamente – afirma que Rogério pode render melhor mais solto na frente dos meias e que tem ciência de que não é a posição original do jogador; ou o atleta, que teima em se limitar a jogar em uma posição nova, bloqueando-se para um novo aprendizado?

        Sinceramente, acho que não há tentativa de queimar o jogador…

        Quanto a escalar mal, ai não posso discutir contigo, pois não estou no CT analisando os treinos.

        Concordo parcialmente com você sobre a panela argentina, porque entendo que foram dadas muitas oportunidades pro centurion, que não correspondeu.

        O que efetivamente está acontecendo no SPFC é que o setor ofensivo está batendo cabeça ainda… Além da falta de competência em certos fundamentos de jogo (erros de cobrança de penaltis, por exemplo), é dever do técnico resolver problemas de criatividade.

        Acredito que ele vai conseguir se o trabalho for mantido.

        Há muito, esperamos um salvador da pátria, que com poucas ações promoverá a mudança necessária e tornara o time do SPFC um time entrosado, efetivo, competitivo, copeiro e todos os adjetivos mais… Mas não é bem assim que tem acontecido. É só ver o tanto de gente que passou pelo SPFC para treiná-lo.

        Curtido por 1 pessoa

  27. Boa tarde nação tricolor. Não estou gostando também do trabalho do Paton. Eu já havia comentado aqui a avaliação de jornalistas esportivos argentinos e que diziam que seria difícil ele dar certo no tricolor. São vários motivos, principalmente o fato da escola dele argentina não bater com a escola brasileira de jogar bola, táticas, treinos e maneirismos dos nosso jogadores. Junte a isso a atenção dada aos argentinos do time, o pedido sempre por reforços e a bagunça em que se encontra o São Paulo.
    Estamos neste momento como o cachorro que corre atrás do rabo, não conseguimos sair do lugar e sempre temos que culpar alguém, faz anos isso. A culpa era do Maicon, do Denilson, do LF, do Ceni, do M. Cruz e do ….. sempre.
    Trocamos o presidente do clube, o responsável pelo futebol, acho que até o roupeiro. Era falta de grana? Pagamos.
    Estamos numa draga desgraçada e não sabemos como sair dela, essa é a verdade.
    Eu também não sei. Meu sentimento apenas é de que falta algo e não sei bem o que é.
    Todo dia acordamos achando que agora vai, vai neste jogo, vai no próximo, no outro e nada acontece.
    Sei lá, chama o Abílio, da carta branca pra ele e venha o que vier….entrega, pior do que está não fica.

    Curtir

  28. Lendo o ultimo comentario fiquei tranquilo. Para sermos.campeoes e so.mudar o estatuto.trocar a diretoria e contratar o pintado e o cafu…..simples assim…nos fomos.campeoes no passado por que nos tinhamos um estatuto.moderno e diretores maravilhosos.. alis vejamos o tite… esta ganhando no corinthians por que la o estatuto e moderno e o diretor e o andre.negao

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fernando acho que provávelmente você não entendeu , vou procurar desenhar então , no meu modo de ver as coisas, não me iludo com o time ganhando um titulo ou mais de um titulo em um espaço de tempo ,seja la por 2 ,3 ou 4 anos e depois ficar o mesmo período sem ganhar , pois é isso que acontece aqui no futebol brasileiro , e no São Paulo, ou não foi assim de 1994 até 2005 , ganhando só paulistinha , chegando em semifinais ou finais de Campeonato Brasileiros e Copa do Brasil , ficando alguns anos ausente da Libertadores , tendo que suporto Rogério Pinheiro ,Julio Santos,Jean,Pimentel , Carlo Miguel ,Fábio Simplicio e tantos outros, o que quero dizer é que com o passar do tempo , fica claro que para que um time de fato, tenha uma regularidade de brigas por títulos ou pelos menos faça com que o torcedor tenha prazer em ao ver o seu time de coração jogar,tanto no estádio como pela Televisão ,é preciso modernizar ,estamos no século XXI não dá mais para termos amadores no futebol e nem na torcida, que hoje reclama de Bauza alegando ser ruim , burro e etc , mas os mesmo a cerca de 3 meses atrás o elegeram como a melhor opção , precisamos entender também, que não adianta somente ganhar clássicos , afinal o Vasco ultimamente ganha bastante clássicos mas em compensação vem caindo sempre para a série B , colecionando vexames na primeira divisão , pergunto a você o que adianta ganhar títulos durante dois ou três anos e depois ficar passando um seca do mesmo período ou maior. Quem tem duvidas por exemplo que o Atlético MG irá brigar por títulos ,e uma hora ou outra irá ganhar , como até vem ganhando nos últimos anos para cá com Libertadores e Copa do Brasil, mas que em breve também terá o retorno dos abusos financeiros que estão em andamento no clube, basta ler jornais e blog de jornalista com credibilidades com Mauro Cezar , PVC , Mauro Betinhg , Alexandre Lozetti e tantos outros, acompanhar jornais ou sites como ESPN,, a conta não fecha amigo , o Juvenal , fez muito pelo São Paulo , sem duvidas , durantes os anos que esteve ao lado de Marcelo Portugal Gouveia e depois como Presidente , principalmente nos primeiros 4 anos dele como presidente , contratou bem , modernizou o Morumbi , teve a obra fantástica de Cotia , porém depois colocou os pés pelas mãos , fez cagadas atrás de cagadas, deu um passo maior que a perna , comprometendo a saúde financeira do Clube , pergunto a você Fernando , o que adianta montar um time forte e competitivo e ganhar títulos durante um período com validade de uns dois, três , quatro anos e depois ficar um bom período na seca, sem saber quando irá acabar , como ocorre agora e ocorreu durante 1994 até 2005 e em outras épocas. A modernização se faz necessário pois clubes que não se modernizarem continuarão nesse cenário , ganhará titulo durante um período e depois amargará secas por um período igual ou até superior ao período de glórias que obteve na mesma década.Lógico não quero dizer que o São Paulo tenha a obrigação de ganhar sempre , mas planejar corretamente é necessário para que não tenhamos pessoas corruptas , ou que queira lesar o clube e isso passa pelo estatuto do clube.Obrigando a contratar pessoas para determinados cargos de forma remuneradas , colocando dentro do estatuto a obrigação de voto aberto, saber quem votou em quem , não tem que ser nada escondido , colocando sócios para votar no clube não apenas conselheiros muitos deles com pensamentos arcaicos,colocando também regras e penalidades para as pessoas que vierem a lesar o clube com o Aidar fez, como ter um departamento para auditoria interna e tantos outros.Bom acho que agora ficou claro. Abraço

      Curtir

  29. Eu discordo frontalmente de quem diz que a nossa defesa melhorou. Como é possível um time tomar gol todo jogo e a defesa ter melhorado? Tudo bem que tomamos goleadas no ano passado, mas esse ano não enfrentamos nenhum esquadrão. E tomamos gols em todo jogo. Essa é mais uma falácia criada pela imprensa que a torcida resolveu adotar. A verdade é que o Patón não conseguiu arrumar nada no SPFC até agora. E sinceramente, já era para existirem sinais, esboços de um time pelo menos….

    Curtir

  30. O remédio para os problemas do Futebol do SP é a adoção de um novo e revolucionário projeto de completa recriação.

    Suponho que o Luiz Cunha tenha as condições necessárias para fazer com que as coisas caminhem nesse sentido, mas temo que o nosso presidente e os nossos dirigentes, de uma maneira geral, representem um entrave sem fim, fazendo com que as mudanças não ocorram, e a situação se perpetue nesse filme de terror que não acaba mais.

    Uma profunda reengenharia, reconstruindo o Futebol Tricolor como um todo, implementando verdadeiramente ações reestruturantes e transformadoras, como a completa integração das categorias da base com o profissional, criando inclusive um novo Expressinho, trazendo efetivamente a molecada para dentro do CT da Barra Funda, estipulando de maneira efetiva uma política e diretrizes de maior valorização e intensa utilização dos meninos formados por nós mesmos.

    É preciso também intensificar a estratégia de garimpar e buscar no mercado, inclusive no estrangeiro, jovens valores que se destacam, iniciativa trazida pelo Chávare, e através da qual já temos colhido bons resultados.

    A Estrutura Organizacional da Diretoria e do Departamento de Futebol, até por conta do Processo de Integração das Categorias, que a meu ver deveria ser o Pilar Centrar do Projeto a ser adotado, carece de ser toda ela revista e reinventada.

    O problema é muito maior do que imaginamos e nada se transformará se não ocorrerem mudanças completas e profundas.

    O próprio Estatuto precisa ser todo ele revisto.

    Não haveria necessidade e nem conveniência alguma de manter esse Organograma Jurássico, onde tem muito Cacique e resultados medíocres, com tantas e tantas vice presidências, e diretorias, não remuneradas, é bem verdade, mas absolutamente ineficazes e inócuas, desnecessárias, verdadeiros cabides para abrigar o ego de um pessoal que na grande maioria deveria se limitar a frequentar as dependências sociais para gozar de seus momentos de aposentados.

    Que falta faz, por exemplo, uma Vice Presidência de Futebol ? E por acaso, que falta estaria nos fazendo, o dedicado AGG ? Ou no não menos esforçado Moreno ?

    Recriar o Estatuto do SPFC, inovando, otimizando e racionalizando em relação a todos os aspectos, inclusive imaginando a própria segregação do Futebol, em relação à parte Social, por exemplo.

    Redefinir, reconstruindo uma Estrutura Organizacional, enxugando drasticamente a quantidade de cargos e funções que para nada servem, a não ser onerar o custo operacional e atravancar as finanças do clube. Presidência, Diretorias, e óbvio, a revitalização completa dos Conselhos, pensando e trazendo conceitos de Governança Corporativa.

    Indispensável, a imediata criação de um Organograma de Gestão Profissionalizada para o Departamento de Futebol, vinculada sim, à um Diretor Institucional, mas submetida à crivo de um Conselho de Gestão, este sim, formado por notáveis e acima de tudo, competentes e gabaritados Conselheiros que efetivamente estivessem dispostos e disponíveis para zelar pela Conformidade da Administração e Gestão do SPFC.

    Um Departamento de Futebol gerido de forma absolutamente Profissional, por Gestores obviamente Remunerados, conduzidos e liderados por um CEO, composto por um Diretor Executivo, e algumas Gerências Executivas específicas, duas, três, quatro, ou mais, enfim, em quantidade necessária, conveniente e suficiente para bem gerir o dia a dia de um Departamento todo ele, renovado e recriado.

    Montagem de Comissões Técnicas Permanentes, efetiva e absolutamente Integradas, a Profissional e as de cada uma das Categorias da Base, interligadas por Coordenadores, também Profissionais, e compostas por Treinadores Novos, e especialmente dispostos a seguir e cumprir uma Política e Diretrizes próprias e específicas, estabelecidas e ditadas pelo Projeto de Futebol do SPFC.

    As Comissões Técnicas Permanentes do SP precisam ser revigoradas em todos os sentidos, em relação aos Profissionais de Campo, Treinadores, Auxiliares Técnicos, Preparadores Físicos, Preparadores de Goleiros, mas também em relação aos Profissionais da Equipe Multidisciplinar, como Médicos, Fisiologistas, Fisioterapeutas, Psicólogos, Massagistas, Roupeiros, etc…

    O Departamento de Futebol precisa ser totalmente revigorado, com a criação e otimização dos Setores de Scoults, de Estatísticas, de Avaliação de Desempenho, de Metodologias de Treinamentos, de Fundamentos, dos próprios Resultados, Individuais e os Coletivos, de Grupo.

    Enfim !

    Não seria somente através da inconsequência simplista de ficar trocando técnicos e reformulando elencos, intermináveis verdadeiras baciadas, diga-se de passagem, que iremos reposicionar as coisas no SPFC.

    Curtido por 2 pessoas

  31. Fora Baúza, depois que vi a média dele nos outros clubes por onde passou e até foi campeão, desisto dele, infelizmente só tive esta informação hoje, mas agora que tenho. ADEUS Patón, volte para seus times meia-boca que são campeões na sorte. Não quero o meu São Paulo jogando como um Santo André ou Paulista, sendo campeão na pura sorte. Quero meu Tricolor de 2005, que era campeão jogando bola. Não preciso de Patón para ser campeão.

    Curtir

  32. Além de não dar espaço efetivo para a base (preterindo sempre), Bauza já queimou (contribuiu para queimar ou está queimando) Michel, Kardec, T. Mendes, Rogério, Centurion etc..
    Escala e monta os times errados, prejudicando o rendimento de todos. Ainda insiste com os erros.

    Curtir

  33. Lamentável comemorar lesão de jogador, se não gosta do trabalho do atleta critique-o durante o jogo, cobre de quem o escala, proteste por fazer parte do elenco, mas fazer festa? Não consigo entender.

    Curtido por 1 pessoa

  34. Até ontem antes do jogo eu queria o Michel Bastos fora do SP….
    Ontem ele provou que precisa, não só ele como todo o elenco, de alguém que escute eles, que chegue mais perto para entender os problemas, dialogar, apoiar…
    Foi muito bem no jogo ontem, sob meu ponto de vista, naquilo que o Bauza propõe ao São Paulo hoje…
    Se o Michel sair será por causa desse técnico que não sabe fazer o São Paulo jogar…. aqui é São Paulo, aqui não é time pequeno…. estamos jogando feio e todos os jogadores parecem piores do que são realmente, ou menos melhores…
    A torcida ontem vaiou e xingou o Michel, como se ele fosse o culpado…
    Como dizia o não tão saudoso Juvenal Juvêncio “O tempo é o senhor da razão”…
    Esse será só mais um jogador a ser enxotado do São Paulo por erro da diretoria….
    Bauza é bom técnico prá times que jogam por uma bola….
    O São Paulo nunca foi e nunca será um time que joga por uma bola, o São Paulo propõe o jogo, está no DNA nosso…

    Curtido por 1 pessoa

  35. Confiei na informação do Quesada sobre o percentual do Bauza a frente de outros times e o cálculo da percentagem estava errado, refiz os cálculos, mesmo assim é muito fraco, os 2 títulos da libertadores davam a impressão de um técnico top e parece não ser o caso.

    Cálculos corrigidos:
    Rosario Central 151 63 39 49 50,3%
    Vélez Sársfield 39 13 14 11 45,3%
    Colón 76 29 26 21 49,5%
    LDU 354 160 99 95 54,5%
    San Lorenzo 98 46 20 32 53,7%
    São Paulo 14 5 4 5 45,2%

    Curtir

    1. kkkkkkkkk

      continuo tendo arrepios.
      Agora não adianta chorar o leite derramado, a diretoria bancou o cara, não foram atrás dessas informações e nem nós fomos, confiamos na diretoria e nos demos mal.
      Ainda bem que essa informação chegou e nós não vamos mais ficar criando falsas esperanças.
      Agora é só esperar um novo técnico e dias melhores.

      Curtir

  36. Fernando acho que provávelmente você não entendeu , vou procurar desenhar então , no meu modo de ver as coisas, não me iludo com o time ganhando um titulo ou mais de um titulo em um espaço de tempo ,seja la por 2 ,3 ou 4 anos e depois ficar o mesmo período sem ganhar , pois é isso que acontece aqui no futebol brasileiro , e no São Paulo, ou não foi assim de 1994 até 2005 , ganhando só paulistinha , chegando em semifinais ou finais de Campeonato Brasileiros e Copa do Brasil , ficando alguns anos ausente da Libertadores , tendo que suporto Rogério Pinheiro ,Julio Santos,Jean,Pimentel , Carlo Miguel ,Fábio Simplicio e tantos outros, o que quero dizer é que com o passar do tempo , fica claro que para que um time de fato, tenha uma regularidade de brigas por títulos ou pelos menos faça com que o torcedor tenha prazer em ao ver o seu time de coração jogar,tanto no estádio como pela Televisão ,é preciso modernizar ,estamos no século XXI não dá mais para termos amadores no futebol e nem na torcida, que hoje reclama de Bauza alegando ser ruim , burro e etc , mas os mesmo a cerca de 3 meses atrás o elegeram como a melhor opção , precisamos entender também, que não adianta somente ganhar clássicos , afinal o Vasco ultimamente ganha bastante clássicos mas em compensação vem caindo sempre para a série B , colecionando vexames na primeira divisão , pergunto a você o que adianta ganhar títulos durante dois ou três anos e depois ficar passando um seca do mesmo período ou maior. Quem tem duvidas por exemplo que o Atlético MG irá brigar por títulos ,e uma hora ou outra irá ganhar , como até vem ganhando nos últimos anos para cá com Libertadores e Copa do Brasil, mas que em breve também terá o retorno dos abusos financeiros que estão em andamento no clube, basta ler jornais e blog de jornalista com credibilidades com Mauro Cezar , PVC , Mauro Betinhg , Alexandre Lozetti e tantos outros, acompanhar jornais ou sites como ESPN,, a conta não fecha amigo , o Juvenal , fez muito pelo São Paulo , sem duvidas , durantes os anos que esteve ao lado de Marcelo Portugal Gouveia e depois como Presidente , principalmente nos primeiros 4 anos dele como presidente , contratou bem , modernizou o Morumbi , teve a obra fantástica de Cotia , porém depois colocou os pés pelas mãos , fez cagadas atrás de cagadas, deu um passo maior que a perna , comprometendo a saúde financeira do Clube , pergunto a você Fernando , o que adianta montar um time forte e competitivo e ganhar títulos durante um período com validade de uns dois, três , quatro anos e depois ficar um bom período na seca, sem saber quando irá acabar , como ocorre agora e ocorreu durante 1994 até 2005 e em outras épocas. A modernização se faz necessário pois clubes que não se modernizarem continuarão nesse cenário , ganhará titulo durante um período e depois amargará secas por um período igual ou até superior ao período de glórias que obteve na mesma década.Lógico não quero dizer que o São Paulo tenha a obrigação de ganhar sempre , mas planejar corretamente é necessário para que não tenhamos pessoas corruptas , ou que queira lesar o clube e isso passa pelo estatuto do clube.Obrigando a contratar pessoas para determinados cargos de forma remuneradas , colocando dentro do estatuto a obrigação de voto aberto, saber quem votou em quem , não tem que ser nada escondido , colocando sócios para votar no clube não apenas conselheiros muitos deles com pensamentos arcaicos,colocando também regras e penalidades para as pessoas que vierem a lesar o clube com o Aidar fez, como ter um departamento para auditoria interna e tantos outros.Bom acho que agora ficou claro. Abraço

    Curtir

  37. Nação Tricolor, aqui vão alguns pontos:
    Goleiro: tínhamos o Mito, hoje temos o Denis. No meu ponto de vista, 90% dos gols que o Denis tomou, não teve culpa. Não é nenhum goleiro decisivo, que faz grandes milagres, mas se fosse o Mito ainda no gol, com certeza ele faria alguns milagres mas também entregaria outros gols, olhando e ajoelhando pra bola. Todo time grande tem um bom goleiro, pra gente está faltando esse cara. Trocar o Denis por outro do elenco é trocar o seis pelo meia dúzia.
    Zagueiros: eu reclamava do Edson Silva, Paulo Miranda, Tolói e Rodolfo. Hoje só temos o Maicon de bom zagueiro, o resto é resto. O Rodrigo Caio pode ser habilidoso, sair jogando bem, mas toda bola aérea é um Deus nos acuda pra cima dele. O Lugano vêm falhando muito, e só é aceito pela torcida pelo seu passado. Lucão, Lyanco, Maidana, sem a menor chance de pensar num Brasileiro ou Libertadores quando eles precisarem entrar pra substituir os fracos Rodrigo Caio e Lugano. Breno ninguém mais se lembra que ele existe. O último bom (mais ou menos) zagueiro que tivemos foi o Rodolfo!!!
    Laterais: o último bom lateral que tivemos foi o Alvaro Pereira. Cortêz, Reinaldo, apesar de limitadíssimos, são do mesmo nível do tosco do Carlinhos, que não acerta um cruzamento. O Mena, não vamos achar que é um novo Serginho!!! Gostar dele só por que é melhor que esses? É realmente melhor que Reinaldo e Carlinhos, mas ainda assim é ruim. Na direita, idem com relação ao Bruno e Caramelo. Tá pau a pau com Douglas. São jogadores pra jogar no RJ, pra brigar por vaga por Sulamericana.
    Volantes: eu reclamava do Denilson e do Wellington. O primeiro é ruim, mas muito melhor que T. Mendes e Hudson, que não tem a menor condição de jogar num time grande. Em qualquer time da primeira divisão, ele seria banco com certeza. O segundo, é a maior enganação dos últimos revelados pela base. Depois que o Souza foi embora, ficamos carentes nesta posição. Não souberam valorizar o Casemiro, que apesar das sua limitações, alguém discorda que ele é melhor que o Hudson?
    Meias: Ganso já está no SPFC desde 2012, e nunca ganhou nada. Parem de achar que ele vai ser o salvador da pátria. Ele além de ser uma decepção, se acha craque, e está longe disso. Sou mil vezes o Danilo com 40 anos do que esse mascarado. Jadson também era mascarado, mas rendia mais que o Ganso. Esse Daniel não boto fé que vai vingar, e o Lucas Fernandez é uma aposta, não dá pra acreditar que sem um elenco bom ele vai se sobressair.
    Atacantes: fiquei feliz da saída do Luiz Fabiano, que além de reclamão, desagregava o grupo. Foi um excelente jogador, mas era preciso sangue novo no ataque. O Pato era mais ou menos, jogava mais com o nome do que com qualquer outra coisa. Mas atualmente, temos o pior conjunto de atacantes desde a época do Valdir Bigode. Precisamos de atacantes com raça, como tinha o Aloísio Chulapa, Borges e Dagoberto. O Calleri, nosso melhor atacante, não consegue dar uma assistência, e pelo amor de Deus, não tem a frieza de um matador. Allan Kardec é um morto em campo, de vez em quando dá uma sorte. Centurion é jogador de Copa Kaiser, e o Kelvin parece um drogado jogando, correndo sem parar e sem nenhuma objetividade. O Rogério é bom jogador, mas pra grandeza do SPFC, teria que ser uma boa opção de banco.
    Técnico: pode ser qualquer um, Paton, Osório, Doriva, Jardine, Marcelo Oliveira, desde que tenha um time bom pra implantar sua filosofia
    Resumindo: esse time se não cair pra segunda divisão, pra mim é o maior título que podemos conquistar no ano.

    Curtir

  38. Até quando vamos apoiar trocas de treinadores que mal iniciaram o seu trabalho? Até quando vamos discutir se o grupo dos jogadores apóia ou não o técnico? Se não apoiam, que saiam eles, os jogadores. Estou cansado de jogadores come e dorme no SP, mimados que tem tudo o que querem sem dar nada em troca. O trabalho do técnico realmente não é o ideal e o esperado pela torcida ainda, mas não acho que o imediatismo seja a solução. Até pq, se fosse, o SP já teria ganho muitos títulos nos últimos anos, pois foi um dos clubes brasileiros que mais trocou de técnicos, enquanto o rival de itaquera permanece com o mesmo técnico há tempos e ganha vários títulos.

    Curtir

  39. Pra que acha que melhoramos a parte defensiva basta comparar 2016 e 2015

    CAMP PAULISTA 2016
    TIMES P J V E D GP GC SG
    SÃO PAULO 19 13 5 4 4 15 12 3

    CAMP PAULISTA 2015
    Equipes P J V E D GP GC SG
    SÃO PAULO 32 15 10 2 3 30 10 20

    Pura balela desse treinador ..sabe quando te falam que você ficou bonito com esse novo cabelo..
    basta comprar com o cabelo anterior.

    Curtir

    1. Perfeito. …

      Esta nítido que o time retroagiu; fez metade dos gols (fruto do esquema covarde) e sofreu 20% de gols a mais (e ainda faltam dois jogos).

      Vencemos menos (5 a menos, mas pode ficar 3 a menos) e no melhor cenário, faremos 7 pontos a menos também.

      Os dados são extremamente negativos, a postura em campo é sofrivel, a queda de desempenho dos jogadores é inconteste e a perspectiva de mudança é NENHUMA, pois ele simplesmente não muda.

      Não tenho dúvidas de que mudanças estruturais são necessárias, mas a gestão do futebol está em péssimas mãos. O treinador já demonstrou todas as suas limitações e a manutenção do mesmo é um erro dos gestores (no mínimo, por omissão).

      Curtir

  40. Olha, Wagner… Também venho pensando na ideia de que o SPFC seja “grande demais” pro Bauza… Mas eu só acho que é um processo de fritura a mais pra coleção do SPFC. Parece que ninguém serve lá…

    E daí você vem sugerir Marcelo Oliveira e Jorginho – e até Vagner Mancini (!!!) – como boas possibilidades de substituir o Patón… Aí enfraquece!

    Se você vai levar em consideração que Marcelo Oliveira ganhou 2 Brasileiros com um Cruzeiro mais ou menos – deixando de levar em consideração que a SEP acabou sendo “grande demais” pra ele… Poxa! Patón ganhou 2 Libertadores com times mais ou menos! E agora tá aqui, com uma foto estampada na tua coluna de hoje, pra ser cornetado!

    Mas, falando da sua hipótese lançada… Eu, sinceramente, não sei se daria jogo ter Jorrginho por aqui. Ele, ao menos, parece mais “ligeiro” pra lidar com os jogadores – não à toa, tá fazendo algo bom no Vashco. Mas, como odo técnico que cai no SPFC sai frito… Fico preocupado se o SPFC acabasse sendo “grande demais” pra ele tbm, na hipótese de Jorrginho como técnico do SPFC.

    Curtido por 1 pessoa

  41. Até aqui nota do Baúza é 3….não dá pra esconder a realidade

    Tá o típico caso q a diretoria precisa trazer algum jogador pra encaixar todo o resto

    Tem q ser :

    1 volante pit bul
    1 ponta (já q ele não abre mão disso)

    Curtir

  42. Mentira que o time é mais eficiente na defesa isso somente comparando 2015 e 2016.( campeonato paulista )

    Em 2015 fizemos na primeira fase 15 jogos 30 gols marcados e 10 sofridos = 20 saldo ..32 pontos
    EM 2016 Fizemos 13 jogos 15 gols marcados e 12 sofridos = 03 saldo …19 pontos

    Pra saber disso basta olhar na estatística do campeonato de 2015 e agora em 2016, isso é um dado não é sensação…esse cascateiro argentino chegou contando essa historinha de times defensivos e os trouxas ficamos com a sensação de estarmos melhor ..pura mentira …

    Hoje o time toma mais gols e faz menos do que no ano passado só no campeonato paulista imagina no brasileiro…só não vê quem não quer que o time está pior e alguém acha que vamos evoluir ???chega não espere igual o palmeiras perder um jogo crucial em casa pro nacional do uruguaio pra mandar embora o marcelo oliveira…converse com o pascoal pra saber as jogadas que o palmeiras tinha chute pra frente e chute pro lados..esse é mais pavoroso que o nosso técnico…

    Curtir

    1. Muito bom Ricardo.
      É desse tipo de comparativo que precisamos, ficar falando que a defesa isso, o ataque aquilo, é bem fácil. Mas contra os dados não há argumentos.

      Curtir

    2. Quem acredita no Bauza é porque ainda não viu suas estatísticas frente aos times que ja treinou, e não comparou a defesa “sólida” desse ano no paulista com a defesa “vazada” do ano passado também no paulistinha.

      Curtir

  43. Ontem o Michel Bastos errou o penalti. Todavia, não se escondeu do jogo em nenhum momento e correu bastante.
    Logicamente ele tá sem confiança, afinal, se errar qquer coisa, a torcida vai considerá-lo culpado pela derrota.
    Ele deu uma entrevista dizendo que quer voltar a jogar bem e ficar em paz com a torcida.
    Inocente, o maicon (grêmio), o kaká, o jadson, etc já tiveram essa doce ilusão.
    A torcida já crucificou ele. Não importa o que aconteça.
    Qdo o MB sair, a torcida vai pra cima do kardec e do Rodrigo Caio.
    Simples assim!

    Curtir

    1. O Jadson acho que foi um pouco diferente, ele estava mais em descrédito com a comissão técnica (a.k.a. Muricy) do que com a torcida, ai não tem santo que resolva.

      Curtir

  44. Abílio descendo a lenha na diretoria…..

    Dizendo q não existe $$ pra contratações no meio do ano

    Já pensou se o clube cai pra serie b??…kkkkkk, ele estrangula o leco

    Curtir

  45. se o Bauza ficar, os esquemas que ele gosta de usar sao variacoes do : 4 5 1 ou 4 2 3 1 ou 4 4 1 1.

    se ele quer pontas eu tentaria o seguinte:
    MichelBastos x Erick do SEP ex-goias.

    tanto Wallace do Gremio, quanto Octavio do CAP perderam espaco e dificilmente vao disputar as olimpiadas.
    entao mandava pro CAP: Hudson + Wesley + Carlinhos por parte do passe do Octavio.
    no gremio mandava logo o Daniel + a divida do Maicon + $$$ pelo Wallace

    Bruno + Wesley + $$$ – por Dede que ta na reserva no Cruzeiro.

    para o Gol iria sim atras do Danilo Fernandes do Sport ou Walter do SCCP.

    tentaria uma troca com o San Lorenzo: Buffarini + Ortigosa por Centurion

    trazer para ontem o Ibarbo do Atletico Nacional.

    Curtir

  46. Grêmio ontem meteu 5 gols, 4 deles de jogadores da base. Antes disso tinha um ataque ineficiente com a veiarada.
    Tá aí o exemplo a ser seguido, o SPFC tem uma grande produção de jogadores talentosos que não jogam.
    David Neres é muito melhor que Centurion, Wilder, Kelvin e Rogério.
    Lucas Fernandes é o melhor meio campista do SPFC.
    Banguele é o melhor (e único) primeiro volante do SPFC.
    Inácio é melhor que Mena e Carlinhos.
    Matheus Reis tb é melhor que o Carlinhos.
    Joanderson e Pedro são grandes atacantes também.
    Luiz Araujo é melhor que todos os segundo atacantes do SPFC juntos.

    A pergunta é: porque não jogam??? Será necessário o empresário comprar uma vaga??? Comissões??? O mistério ronda as escalações do SPFC a tempos?

    Curtir

  47. O problema não é o Michel ter errado um ou dois pênaltis seguidos, o problema é o cara dar sopa para o azar e querer bater tirando o goleiro da foto quando a fase não está boa e repetindo a sua cobrança do jogo anterior em que errou, fez absolutamente a mesma coisa.

    Quando a fase é boa vc pode bater até de calcanhar que a bola entra, quando a fase é ruim tem que simplificar, bastava um bico com força a meia altura à la Serginho Chulapa que se o goleiro se atrevesse a pegar cairia com bola e tudo para dentro das redes.

    Já vi Romário chutar de bico, Ronaldo Gordo fez gol de bico contra a Turquia, Dodô conseguiu a proeza de fazer um golaço de bico no Parmera nas semifinais de 98 aos 43 do 2º tempo, Pelé já fez de bico, por que o Michel Bastos não pode?

    Isso pra mim é “Síndrome de Alexandre Pato”, só quer fazer gol bonito e com estilo e acaba perdendo por castigo, por não fazer o trivial.

    Curtir

  48. O problema é o seguinte ….

    Acho que são tantos problemas que eu nem sei mais quais são, já não sei mais se nossa elenco é bom ou não, se o Luiz |Cunha é o cara ou se é mais um Ataíde da vida, se o Pintado vai ser uma boa ou não(e o medo que eu tenho dele assumir a equipe, pensa em um Abelão piorado), já não sei se o Baúza realmente é o problema ou se o problema é o elenco, e se mandarem o Baúza embora quem vem ? Marcelo Oliveira? Abel Braga? Eduardo Batista? Oswaldo de Oliveira? (meu Deus, já imaginaram se for um desses ?) ou será que vão ter coragem de apostar em Sergio Vieira ou Jubeiro? (duvido) ai se apostarem e preder duas partidas a torcida já vai querer a cabeça do cara … Então é o seguinte eu só sei que não sei mais de nada, realmente já não sei mais no que acreditar que é o certo, não sei afirmar nada, não consigo realmente dizer com certeza onde está o problema e isso me faz crer que ainda vamos longe com essa crise e ainda vamos nos decepcionar muito esse ano …

    Curtir

  49. Eu estou em Brasilia e ontem ganhei um ingresso para ver Flamengo e Vasco no Mane Garrincha….
    Até esses dois times estão jogando mais bola que o meu tricolor….que faaaaaaaaaaaase!!!

    Curtir

  50. Se passarmos para fase mata-mata da Libertadores, não interessa o percentual.

    Se empatar de 1 x 1 fora, e 0 x 0 em casa, nos passamos.

    Quem não se lembra da campanha de 2012 na sulamericana?

    Contra uma tal de LDU de loja (Não é o que Paton dirigiu e ganhou Libertadores) e Universidad Católica do Chile, foi desta forma que passamos. Empate de 1 gol fora, e empate sem gols em casa.

    Isso porque o time tinha Lucas, Luis Fabiano, Jadson e Osvaldo (que chegaram a ser convocados para seleção de Mano Menezes).

    Contra o Tigre, empatamos em 0 x 0 fora, na final

    Curtir

  51. Não sou a favor de mandar o Bauza embora. Apesar de ser verdade sim que em números comparativos nossa defesa não esta melhor que ano passado, e ao considerarmos que a “grife” do Bauza vem de times compactos na defesa e tal…

    Dados por dados vejam a seguir que (pasmem) ano passado foi onde tivemos a menor média de gols tomados na 1ª fase do Paulista!!!! Todos os outros anos nossa defesa tem tido um desempenho bem parecido…

    Tabela de Classificação 1ª fase
    Ano PG J V E D GP GC SG
    2006 SPFC 42 19 13 3 3 46 21 25
    2007 SPFC 44 19 13 5 1 41 14 27
    2008 SPFC 38 19 11 5 3 31 22 9
    2009 SPFC 40 19 12 4 3 33 17 16
    2015 SPFC 32 15 10 2 3 30 10 20
    2016 SPFC 19 13 5 4 4 15 12 3

    Porém… nossa efetividade ofensiva está horrível, péssima, assombrosamente ruim… Isso é o que precisa melhorar. Espero que consigamos ver nosso SPFC melhor logo mais, tipo ainda nesse 1º semestre.

    Curtir

    1. ele pode até bancar o Bauza, mas vai ter q conversar com ele seriamente e faze-lo mudar de ideia em algumas coisas, senão vai morrer abraçado com ele.

      e eu se tivesse no lugar dele, traria logo esses benditos reforços, não esperaria até junho não, PODE SER TARDE demais!!

      Curtir

    2. Ok.

      Está assumindo uma responsabilidade que não era dele (não contratou), mas sua manutenção e sem mudanças (elenco ou sistema tático) passará a ser conivente e responsável direto pelos resultados e pelo “escanteamento” da base.

      Infelizmente, uma entrevista que decepciona.

      Curtir

  52. boa tarde

    infelizmente o Bauza é um treinador retranqueiro, e não arrumou defesa nenhuma!

    uma coisa é jogar com o time atrás, outra é arrumar o sistema defensivo, e como vimos nos números passado pelo amigo logo acima no comentário, o Bauza não arrumou NADA !!!

    Curtir

  53. Ao que tudo indica, nosso planejamento para 2.016 terá início no 2º semestre, para o bem ou para o mal.
    Espero e torço para que não seja tarde.

    Mas se é assim …,
    #deixem Bauza trabalhar em paz.
    #SPFC = cemitério de técnicos.

    Curtir

  54. Existe um erro muito grande em comparar a campanha do São Paulo no Paulista de 2015 e de 2016, como alguns vem fazendo.

    Primeiro que Muricy já tinha uma base, estava a mais de 1 ano no clube. Sem falar a que a equipe é totalmente diferente, hoje nosso elenco é bem mais fraco. Devemos comparar com o 2o semestre de 2016, ontem tomavamos muito mais gols de hoje e isso é um fato. Não estou me posicionando contra nem a favor de Bauza, mas é preciso ter o mínimo de coerência.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Entendo que defende a demissão de Bauza, mas nesse momento sou contra sua demissão porque acredito que isso precisa ser muito bem feito, dentro de um planejamento maior, inclusive de reformulação do elenco. Bauza é só um detalhe dentro do esquema das coisas e não vai ser apenas isso que vai resolver. Pode até piorar dependendo de como for feito.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu concordo com esse e com seu comentário anterior, aliás, discordo só um pouquinho, não vejo como comparar com situação nenhuma, que se analise o que é mostrado em campo e os números dessa temporada, tem fatores suficientes pra inviabilizar comparações com qualquer período, como times mais ou menos difíceis, base mais ou menos pronta, ambientação e conhecimento de elenco mais ou menos avançados, etc.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Simples não eh mais também não é difícil, acho que a saída pro clube nesse momento seria demitir esse treinador se livrar dos corme e dormem do elenco, subir o treinador da base + os jogadores que se destacaram com ele e mesclar com aqueles que querem serem vencedores. Aí não teríamos um elenco caro e jogadores que querem realmente defender o nosso manto.

        Curtir

      3. Discordo.

        Se precisa refazer o planejamento para o segundo semestre, tem que ser com o treinador que estará aqui.

        Se ao menos ele demonstrasse vontade de melhorar, fazer algo diferente (mudar esquema e aproveitar a base), até poderia pensar wm sobrevida.

        Infelizmente, não é o que se ver.

        Curtir

  55. Boa tarde,bom eu nunca quis esse Bauza aqui pra mim ele é só mais uma das muitas bizarrices da nossa arrogante diretoria.
    Incrível um advogado do clube ser demitido e pouco tempo depois voltar ao clube com um salário absurdo pra tal função que ele nem mesmo tem experiência ainda tenho porcentagem sobre venda de jogadores.
    Bauza e fraco caiam na real não adianta argumentar que jogadores estaum boicotando o treinador porque não é verdade.
    O treinador quer impor esse esquema de jogo engessado a jogadores que não tem perfil pra tal função.

    Curtir

  56. Blog do Airnani
    31 de março de 2016 às 17:44
    Se passarmos para fase mata-mata da Libertadores, não interessa o percentual.

    Se empatar de 1 x 1 fora, e 0 x 0 em casa, nos passamos.

    Quem não se lembra da campanha de 2012 na sulamericana?

    Contra uma tal de LDU de loja (Não é o que Paton dirigiu e ganhou Libertadores) e Universidad Católica do Chile, foi desta forma que passamos. Empate de 1 gol fora, e empate sem gols em casa.

    Isso porque o time tinha Lucas, Luis Fabiano, Jadson e Osvaldo (que chegaram a ser convocados para seleção de Mano Menezes).

    Contra o Tigre, empatamos em 0 x 0 fora, na final

    ===========================================================

    Fala Airnani, tudo bem?

    O time de 2012, apesar de campeão, já não era bom. E ainda assim conseguiu vencer fora de casa em duas oportunidades, meter 5×0 na La U de Sampaolli, e detonar o Tigre em UM tempo. Apesar dos percalços, ainda fazíamos a diferença em casa. Hoje, não.

    Aquele time de 2012 tinha lendas do futebol como Paulo Miranda, Denílson, Wellington, Cortez, Luís Fabiano em péssimo ano… Se formos comparar os elencos, o de hoje certamente ganha.

    E de nada adianta ter aproveitamento medíocre e ser campeão aqui e cair pra quem quer que seja no mundial. Será passar vergonha, e o São Paulo Futebol Clube é o único clube com pelo menos três títulos e 100% de aproveitamento nos dois formatos. Gigante mundial. Isso eu não troco por nada. Perder o mundial como um frango, por medinho de europeu ou cair pra pequeno é jogar a pá de cal que falta nessa instituição gloriosa.

    Além disso, se esse aproveitamento for aplicado no Brasileirão, é série B, e isso também joga a pá de cal.

    Eu respeito muito suas colocações, mas gostaria que vc reconsiderasse essa questão do aproveitamento, pois ela é séria, principalmente dado o desempenho inócuo e desapontador desse time.

    Grande abraço!

    Curtir

  57. Leandro Matias
    31 de março de 2016 às 17:59
    Um montão de água fria pra quem vinha pedindo a saída do Bauza com qualquer esperança que seja: http://www.lance.com.br/sao-paulo/luiz-cunha-banca-bauza-inspira-carnaval-para-entregar-reforcos.html

    ======================================
    Pois é, Leandro!

    Até entendo ele bancar os dois. Agora, se ele realmente estiver satisfeito com o trabalho do Bauza, é só mais um Ataíde e continuaremos fritos.

    Acreditar num trabalho não significa dizer amém pra qualquer m***** que o treinador fizer. Nada contra bancar o cara, mas devem haver mudanças.

    Metade do elenco não presta. Mas isso não abona Bauza. Ele tá devendo e muito.

    E um treinador que não entrega nem perspectiva de resultado, sinceramente, acho que deve ir pra rua.

    Reclamavam tanto do Osorio, mas a perspectiva que de resultado que ele nos deu nos faz ficarmos saudosos de um trabalho de curtíssima passagem. Veja a diferença! =)

    Curtir

  58. Prezado, com todo respeito – não estou defendendo o Bauza – mas se o SPFC é muito grande para ele (bicampeão da libertadores), não é um tanto incoerente defender Jorginho (bi rebaixado) para treinador?

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s