Luan fez o gol da vitória do São Paulo nesta quinta-feira sobre o Atlético-GO, mas Felipe Alves também teve uma grande parcela de responsabilidade pelo resultado positivo no Campeonato Brasileiro, “fechando o gol” ao longo dos 90 minutos para evitar o que seria a virada do rival no Morumbi.

Embora tenha sofrido um gol em chute indefensável de Baralhas, no ângulo, Felipe Alves protagonizou diversas defesas difíceis para evitar mais um tropeço do São Paulo em um momento decisivo da temporada. Passada a partida, o goleiro tricolor fez questão de elogiar o time do Atlético-GO, que mais uma vez não facilitou para os comandados de Rogério Ceni.

“Difícil, porque o time está na zona de rebaixamento, a análise é que nós temos obrigação de ganhar, isso não existe mais no futebol. O time do Atlético-GO não condiz com a posição que está na tabela. É um time que nos deu trabalho nesse ano, equipe que cria 20 chances de gol no Morumbi, contra o São Paulo, tem que ser respeitada. Exigiu nosso máximo, mas também lutamos, nos dedicamos”, disse Felipe Alves ao Premiere.

Nesta temporada, o São Paulo também enfrentou o Atlético-GO na semifinal da Copa Sul-Americana. Após perder o jogo de ida, em Goiânia, por 3 a 1, o Tricolor só conseguiu se classificar para a decisão do torneio nos pênaltis depois de vencer a partida de volta, no Morumbi, por 2 a 0.

Felipe Alves também fez questão de parabenizar Luan pelo importantíssimo gol, visto como uma coroação depois dos maus bocados que o volante teve de lidar com a grave lesão no adutor da coxa esquerda que praticamente o afastou dos gramados por um ano.

“Parabéns ao Luan, ficou um tempo fora, mas nunca deixou de trabalhar, de se dedicar, de nos ajudar. É um cara que se entrega de corpo e alma em todos os treinos, ajuda bastante, e hoje foi coroado com um gol, com os três pontos importantíssimos e que nos mantêm vivos em busca da vaga pra Libertadores. Merecedor de tudo o que está acontecendo com ele. Ficamos feliz de ter contribuído e ajudado o São Paulo”, concluiu.

Gazeta Esportiva