Manssur e Gustavo Vieira serão investigados no São Paulo

 

Todos os dias o Blog vem cobrando e ontem, com exclusividade, demos a informação de que seriam investigadas as relações de Uram com Gustavo Vieira e Manssur, sócios do AMVO em que atuaram para o São Paulo e para o empresário. 

Veja a matéria que saiu neste sentido na ESPN:

Durante a reunião do conselho deliberativo do São Paulo, na noite da última terça-feira, um conselheiro fez um requerimento para que o clube investigue se houve alguma relação entre o escritório no qual trabalhava José Francisco Manssur, conselheiro e vice-presidente de Comunicação e Marketing, Gustavo Vieira de Oliveira, filho do ex-jogador Sócrates e diretor executivo do clube, com o empresário Eduardo Uram, conforme acusam membros da oposição, entre os quais o ex-presidente Carlos Miguel Aidar.

O requerimento foi encaminhado à comissão de auditoria do São Paulo.

O pedido foi confirmado aoESPN.com.br pelo presidente do Conselho Deliberativo do São Paulo, Marcelo Pupo Barboza, que não citou nem confirmou os nomes de Manssur e Vieira Oliveira. Mas outros conselheiros que estavam na reunião confirmaram os nomes.

Segundo alguns dos conselheiros ouvidos pela reportagem, o requerimento questiona uma possível relação entre o escritório de Manssur, e que já teve a colaboração de Vieira de Oliveira, e o empresário Eduardo Uram em negociações envolvendo o São Paulo.

No último domingo, o ex-presidente Carlos Miguel Aidar, que renunciou em 13 de outubro deste ano em meio a acusações de corrupção, deu uma entrevista ao jornal “Diário de S.Paulo” na qual acusou o São Paulo de pagar R$ 9,5 milhões ao Tombonse, clube mineiro que o cartola chamou de “barriga de aluguel” de Uram, nos últimos três meses da gestão de Juvenal Juvêncio, em 2014.

Os fatos serão investigados.

A reportagem entrou em contato com Manssur e Vieira de Oliveira, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

“Apesar da extrema confiança e respeito ao trabalho dos citados, como presidente do conselho tenho a obrigação de encaminhar o requerimento para a devida análise, que será feita pela Comissão de Auditoria”, disse Pupo, sem confirmar os nomes dos investigados.

 

 

 

 

 

 

 

Além de tudo que já foi questionado pelo Blog do São Paulo ao longo dos dias, agora temos mais informações de problemas e pontos a serem esclarecidos:

  • Atrasos no Pagamento dos Direitos dos Jogadores;
  • Empréstimo de mais R$ 25 mi;
  • Aumento da Dívida;
  • Empréstimo de Ewandro gratuito ao Atlético Paranaense;
  • Ausência de Pagamento do Grêmio ao São Paulo pelo empréstimo de Maicon;
  • Ausência de Pagamento do Internacional ao São Paulo pelo empréstimo de Wellington;
  • TRIPLO de salário para Gustavo Oliveira + comissões de 3%. Para um clube sem dinheiro, qual a explicação pagar mais a ele que Mattos por exemplo que é Bi Brasileiro pelo Cruzeiro e foi Campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras este ano?
  • Gravação de Ataíde Gil Guerreiro que foi jogada para baixo do tapete;
  • Briga entre Ataíde e Aidar que ficou sem julgamento;
  • Comissão de Doria que foi paga muitas vezes mais que o jogador recebia e para ficar 4 meses;
  • Comissão de Michel Bastos paga a mais na prorrogação que na contratação;
  • Relação da Tombense (clube de Uram) com o clube cujos recebimentos nos meses finais de mandato de Juvenal Juvêncio foram estratosféricos;
  • Explicação de Leco sobre a comissão de Jorginho Paulista cuja corroboração feita à mão gerou dívida e penhora de R$ 4 mi do São Paulo em 2015;
  • Contrato Penalty em que comissão foi paga a empresa de ex diretor de Marketing do clube;
  • Contrato Habib’s em que os valores firmados foram infinitamente abaixo do mercado;
  • Uso de estabelecimento comercial de vice presidente por bens do clube;
  • Procuração (documento que recebi em que ele representa Uram enquanto estava prestando serviços ao São Paulo) que até onde parece é verdade e precisa ser esclarecido?
  • 37 dias sem um treinador no clube;
  • Ausência de transparência na renda da Despedida de Rogério Ceni e formatação da arrecadação e repasse ao clube. Onde estão os números já que não houve divulgação? Quanto o clube com problemas financeiros arrecadou e quanto reforçará o cofre do clube?
  • Ausência de transparência no contrato firmado com a YOP.

E aí, Conselho do São Paulo? E aí, Sr. Marcelo Pupo?

Blog do São Paulo 

Anúncios