De dispensável a titular absoluto. Essa Ă© a condição de Orejuela no SĂŁo Paulo apĂłs uma volta por cima que parecia improvável, mas que apĂłs as duas Ăşltimas partidas do SĂŁo Paulo pelo Campeonato Paulista Ă© uma realidade. Por tudo isso, o colombiano reencontrará o Morumbi nos 11 iniciais tricolores para o clássico contra o Santos, Ă s 19h (de BrasĂ­lia) deste domingo (12).

A casa sĂŁo-paulina parecia ter sido o cenário para a ‘Ăşltima dança’ de Orejuela no SĂŁo Paulo. Vaiado e ofendido durante a derrota por 2 a 1 para o Corinthians, há 15 dias, acabou substituĂ­do no intervalo. AtĂ© a diretoria interviu. Vazou a informação de que o colombiano seria dispensado. E tratou de encurtar o emprĂ©stimo de Nathan, que voltaria do Coritiba apenas ao tĂ©rmino do Campeonato Paranaense.

Mas Orejuela ganhou um aliado improvável: RogĂ©rio Ceni. O treinador passou a semana antes do jogo contra o Santo AndrĂ© testando improvisações. Pablo Maia, Talles Costa, VinĂ­cius, da base… Nenhum atendeu as expectativas do comandante sĂŁo-paulino que resolveu bancar o colombiano.

Ok, as vaias ressurgiram, mas Orejuela, se está longe de ser um destaque incontestável, por outro lado salvou um gol certo do Ramalhão e cumpriu bem as funções defensivas .

Mantido nos titulares ante o Bragantino, o colombiano repetiu a boa atuação, salvando um lance de perigo do Massa Bruta e terminando com nĂşmeros chamativos: seis duelos ganhos no chĂŁo em sete disputados, 100% de aproveitamento nos duelos aĂ©reos, 28 passes certos de 35 tentados…

Por tudo isso – e com Igor VinĂ­cius e Rafinha ainda afastados por contusĂŁo -, Orejuela Ă© presença certa para encarar o Peixe.

O São Paulo deve entrar em campo no clássico com Rafael; Orejuela, Alan Franco, Beraldo e Welington; Pablo Maia, Méndez e Luciano (Galoppo); David, Calleri e Wellington Rato.

Lance!