Marcos Paulo foi anunciado nesta terça-feira como novo reforço do São Paulo. O atacante tricolor de apenas 21 anos assinou contrato por empréstimo válido até o fim de 2023 tentando recuperar o futebol que o fez se transferir para a Europa após se destacar pelo Fluminense e deixar para trás a frustração no Velho Continente.

“O São Paulo, desde o primeiro contato… o Rui [Costa, diretor executivo de futebol] conversou comigo e não tive dúvida. Foi uma negociação difícil, estava bastante ansioso, até me atrapalhou lá fora, mas estar no São Paulo Ã© o sonho de todos, não é passo atrás. Quero mostrar que estou em alto nível e ser ainda melhor que antes”, disse Marcos Paulo.

O atacante se transferiu para o Atlético de Madrid no início de 2021. A chance de atuar em um dos maiores clubes do mundo, ao lado de grandes estrelas, disputando Liga dos Campeões, foram alguns motivos para que Marcos Paulo não pensasse duas vezes ao receber a proposta. Mas, sua passagem pela Espanha não foi como ele esperava. Sem espaço no time, foi emprestado a clubes de pequena expressão, como Famalicão, de Portugal, e Mirandés, da Segunda Divisão espanhola.

“Oportunidade. Saí daqui bem, com muitas possibilidades de outros clubes. Junto com meus representantes escolhi lá [Atlético de Madrid], não era como eu pensava. Cabeça boa, questão de oportunidade. Agora é voltar para cá, foco totalmente aqui para mostrar que posso jogar nesse nível. Qualquer um que jogar vai atender bem, o grupo está bem competitivo, mas acho que posso jogar, sim”, prosseguiu.

Marcos Paulo é mais um jogador que se enquadra no pedido de Rogério Ceni por atletas de velocidade, dribladores. O atacante, de acordo com ele próprio, se destaca pela capacidade de improviso e criação de jogadas.

“Minhas principais características são criar jogadas, ter o “um pra um”, o drible, gosto de dar assistências, fazer gols. Posso dar a opção de velocidade pelos lados e por dentro também”, comentou.

“Jogo ali na frente em todas as posições, sou um jogador versátil, que pode atender qualquer posição ali na frente. Posso jogar por dentro e também pelos lados. Estou treinando por dentro e por fora. Ainda não tem nada certo, mas quem jogar vai render bem, porque o grupo é bem competitivo”, concluiu.

Gazeta Esportiva