Hoje, em matéria da Gazeta Esportiva, o site comenta sobre Diego Costa, o zagueiro que vinha em grande fase e após a final da Sula em que completou 100 jogos, poderia ser o capitão mais jovem a erguer uma taça no clube, sumiu. E aparentemente, o emocional pesou junto com o físico, veja:

“Diego Costa teve uma temporada de altos e baixos no São Paulo. O zagueiro se consolidou como capitão do técnico Rogério Ceni, fez partidas elogiáveis e desenvolveu seu espírito de liderança. No entanto, os últimos meses de 2022 não foram como o defensor imaginava.

A derrota do São Paulo na final da Copa Sul-Americana para o Independiente Del Valle fez com que Diego Costa passasse a ser questionado por parte da torcida. No lance do primeiro gol do time equatoriano, o zagueiro falha ao rebater a bola, entregando-a aos adversários, que acabam balançando as redes com Lautaro Díaz.

Aos 23 anos, Diego Costa tinha a expectativa de erguer sua primeira taça como capitão do São Paulo. Mas, quis o destino que o desfecho da história fosse completamente oposto. Além de não ter se sagrado campeão, o zagueiro ainda acabou expulso nos acréscimos da partida, assim como Jonathan Calleri.

Desde então, Diego Costa não entrou mais em campo. Por causa de uma tendinite no joelho direito, o zagueiro desfalcou o time comandado por Rogério Ceni nos últimos dez jogos da temporada, abrindo espaço para Nahuel Ferraresi se firmar como uma das primeiras opções para a zaga tricolor.

Nos últimos compromissos do São Paulo, Rogério Ceni variou bastante sua zaga. Em alguns jogos, atuou com Ferraresi, Léo e Luizão. Em outros, preferiu improvisar o lateral-direito Rafinha no setor. Mas, apesar das diversas tentativas do treinador são-paulino em dar solidez à defesa, Diego Costa acabou fazendo falta.

Sem Miranda e prestes a não contar mais com Luizão, cujo contrato vence em janeiro, o São Paulo iniciará a temporada de 2023 com seis opções para a zaga: Arboleda, Léo, Nahuel Ferraresi, Lucas Beraldo, Walce e Diego Costa, que, recuperado de seu problema no joelho direito, terá de dar a volta por cima após um fim de 2022 bastante turbulento.”