O ‘pesadelo’ do Departamento Médico foi um dos pontos que mais assombraram a temporada 2022 do São Paulo. Rogério Ceni chegou a perder importantes nomes, inclusive, em decisões de peso que o Tricolor enfrentou neste ano.

Os tratamentos de quem permanece no DM vão continuar mesmo nas férias do elenco, e a expectativa é que boa parte destes nomes retornem para a próxima temporada. O São Paulo, por sua vez, se reapresenta no dia 14 de dezembro.

No próximo ano, Ceni pode contar com a volta de peças importantes que fizeram uma grande falta nos jogos deste ano, principalmente nas decisões que a equipe enfrentou. Sem dúvidas, um dos mais citados é Arboleda.

O defensor, que era visto como um dos melhores nomes da zaga tricolor, passou por uma cirurgia em junho após uma ruptura de ligamentos e uma fratura no tornozelo. Sem jogar desde então, foi convocado pela seleção do Equador para a Copa do Mundo e já deve voltar a atuar neste domingo (20), quando seu país natal encontra o Catar na abertura do mundial.

Gabriel Neves é outro retorno importante. Na última semana, renovou seu contrato com o Tricolor após grande expectativa. Uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito o tirou de fora, inclusive, da final da Copa Sul-Americana.

O uruguaio estava sendo de grande auxílio para o meio de campo do São Paulo, ao se recuperar após um começo de temporada abaixo. Em novembro, voltou a ser relacionado contra o Fluminense depois de dois meses, mas não entrou mais em campo neste ano.

Caio, cria de Cotia que se destacou na partida contra o Ayacucho, no último jogo pela fase de grupos da Copa Sul-Americana, ao marcar seu primeiro gol pelo profissional, também ficou de fora por boa parte da temporada. ‘Caiobinha’, como é conhecido, é uma das maiores promessas da base tricolor.

O jogador se lesionou durante uma convocação da Seleção Brasileiro Sub-20. O jovem atleta teve que passar por uma cirurgia no joelho. No final de outubro, voltou a correr nos gramados durante a preparação. A expectativa é que já esteja bem para a pré-temporada e possa ganhar mais minutos no Campeonato Paulista do próximo ano.

Alisson e Igor Vinícius ficaram afastados dos últimos sete jogos do ano. O primeiro com dores na coxa e o segundo com uma pubalgia. Embora Alisson não tenha tanto espaço na equipe titular, Igor Vinícius é uma importante peça para a lateral-direita do São Paulo, que precisou ser improvisada, por causa do Rafinha atuando na zaga e da lesão de Moreira.

Moreira, por sua vez, foi mais um que encerrou o ano no DM. Seu caso é mais complicado, já que se machucou em setembro e teve que passar por uma cirurgia mais recente.

Diego Costa é outra expectativa para retorno. Capitão e consolidado na defesa do São Paulo, perdeu o fim da temporada devido à uma tendinite, diagnosticada logo após a final da Copa Sul-Americana.

Nikão está treinando duro para um bom ano ao contrário de 2022.

Walce é uma das expectativas para 2023 também, mas ainda sem prazo de retorno. Como o L! também adiantou, deve renovar com o Tricolor. O caso do zagueiro é, de longe, o mais difícil de lidar. Há dois anos sem jogar por problemas físicos, iniciará trabalhos em campo no início de 2023 para avaliar sua real condição.

Mas de toda forma, com um começo de ano ‘mais tranquilo’ por conta do calendário, a esperança é que o São Paulo tenha uma relação ‘mais tranquila’ com o departamento médico do clube.

Lance!