No último sábado (29), durante o treino do São Paulo, o lateral-direito Moreira foi diagnosticado com uma lesão ligamentar no joelho esquerdo e terá que passar por cirurgia – pela segunda vez no ano. A cria de Cotia chegou a ficar sete jogos afastada por conta de um procedimento de artroscopia. Nas últimas partidas, portanto, Moreira foi a principal opção de Rogério Ceni para a lateral-direita – em um esquema que agora deve passar por algumas mudanças.

Nos últimos três jogos do São Paulo, onde Moreira foi titular, Rafinha – que é lateral-direito de origem – foi improvisado como zagueiro para suprir a ausência de Diego Costa, defensor titular que enfrenta um quadro de tendinite, e Miranda, que será desfalque até o fim da temporada por conta de uma lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo. Igor Vinícius também deixou de ser uma opção para a lateral-direita, devido a um quadro de pubalgia.

Rafinha, desta forma, passou a formar um trio na zaga junto a Leo e a Luizão, enquanto a cria de Cotia – que começou a atuar como profissional com Rogério Ceni – começou a conquistar mais espaço na equipe. Agora sem Moreira, Ceni terá que readaptar suas escalações, visando a reta final do Campeonato Brasileiro.

A principal alternativa deve contar com o retorno de Rafinha para lateral-direita. Sem Diego Costa, Arboleda  – que viajou ao Equador para continuar seu tratamento com foco na Copa do Mundo – e sem Miranda, o venezuelano Nahuel Ferraresi pode ter a chance de conseguir mais minutos em campo.

O sistema de três zagueiros foi, sem dúvidas, o favorito de Rogério Ceni nesta temporada. Assim, Ferraresi deve atuar com Leo e Luizão. O jogador chegou na última janela de transferências, mas ainda conta com somente seis jogos com a camisa do São Paulo – sendo o mais recente contra o Palmeiras. Nesta ocasião, foi expulso ao fim do primeiro tempo por acertar Danilo.

Dos últimos reforços que chegaram no São Paulo na janela mais recente, somente o goleiro Felipe Alves conseguiu se consolidar como titular, após uma queda de rendimento de Jandrei. Giuliano Galoppo, Marcos Guilherme, Nahuel Bustos e Ferraresi ainda buscam espaço na equipe. 

Além de Ferraresi, Beraldo – também de Cotia – poderia ser utilizado. Mas a partida desta terça-feira (1) carrega um peso maior. Além de ser contra o Atlético-MG, é um confronto direto no G8 da tabela, já que os dois times estão em situações parecidos e lutam por uma vaga na Copa Libertadores no próximo ano. Desta forma, pela pouca idade e pouco tempo como profissional, talvez não seja a opção mais indicada.

A resposta que pode mostrar como será a reta final do São Paulo no Brasileirão deve ser revelada nesta terça-feira (1), contra o Galo, às 21h30 no estádio do Morumbi.

Lance!