Moreira voltou a ganhar espaço recentemente no São Paulo com a lesão de Igor Vinícius. Enquanto o camisa 2 trata uma pubalgia, o jovem revelado em Cotia vem sendo escalado como titular na lateral direita pelo técnico Rogério Ceni e busca convencer o comandante tricolor de que pode entregar o que se espera, apesar de sua inexperiência.

Promovido ao profissional neste ano, Moreira soma dez jogos com a camisa do São Paulo, quatro no Campeonato Brasileiro. No último domingo, contra o Juventude, em Caxias do Sul, o jovem de apenas 18 anos deu a assistência para Reinaldo abrir o placar para o Tricolor.

Moreira também deixou sua marca na disputa da Copa Sul-Americana. Se dividindo entre várias competições ao longo da temporada, o São Paulo optou por usar uma equipe alternativa em seus primeiros compromissos no torneio continental, em que o lateral-direito deu uma assistência contra o Ayacucho, no Peru, e marcou um gol contra a Universidad Católica, no Morumbi.

A tendência é que jovens como o Moreira sejam ainda mais utilizados a partir da próxima temporada, sobretudo no Campeonato Paulista, competição que deve ser vista pela comissão técnica de Rogério Ceni como preparatória para os principais torneios do ano.

Por ter dupla cidadania, Moreira soma convocações para a seleção portuguesa de base e recentemente também foi chamado para defender a Seleção Brasileira sub-20 para um torneio quadrangular preparatório para o Sul-Americano da categoria.

Internamente Moreira é visto como um jogador que deve, em breve, interessar a clubes estrangeiros por já possuir passaporte europeu e ter passagens tanto pela seleção portuguesa quanto pela Seleção Brasileira de base.

Nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, no Morumbi, Moreira deve ser titular mais uma vez, já que, pelas poucas opções para montar a zaga, Rafinha deverá ser mantido na primeira linha defensiva ao lado de Luizão e Léo.

Gazeta Esportiva