Pablo Maia acredita que o empate sem gols com o Palmeiras, no último domingo, no Allianz Parque, pode embalar o São Paulo no Campeonato Brasileiro em busca da tão sonhada vaga na próxima Copa Libertadores.

Por causa das circunstâncias do último Choque-Rei, incluindo dois jogadores do São Paulo expulsos, sendo um no primeiro tempo, além de um pênalti de Gustavo Scarpa defendido por Felipe Alves, Pablo Maia sabe que o 0 a 0 foi mais que apenas um empate.

“Acho que foi muito importante o ponto que conseguimos contra o Palmeiras. Dá uma força a mais para a gente ir ao Morumbi e, com o apoio da nossa torcida, conseguir os três pontos que irão nos aproximar da Libertadores”, afirmou Pablo Maia à SPFC Play.

A partida contra o Palmeiras também marcou um fato curioso. Lucas Beraldo teve de ser acionado após a lesão de Miranda, atuando ao lado de Luizão na zaga e próximo também de Pablo Maia. No início do ano, os três jovens disputaram a Copa São Paulo de Futebol Júnior e mal poderiam imaginar que meses depois estariam em campo para um Choque-Rei pelo time profissional.

“Até no meio do jogo eu, Beraldo e Luizão falamos que estávamos acostumados a jogar juntos. Foi muito importante para a gente”, prosseguiu Pablo Maia.

O volante, que teve uma ascensão meteórica no time profissional, foi eleito a revelação do Campeonato Paulista deste ano. No jogo de ida da final contra o Palmeiras, no Morumbi, Pablo Maia marcou um dos gols da vitória por 3 a 1, além de ter sido decisivo também nas quartas de final, contra o São Bernardo, jogo em que também foi às redes.

“Está sendo um ano muito bom para mim, por ser o primeiro ano de profissional, ter muitas oportunidades e estar desempenhando bem”, completou.

Gazeta Esportiva