Desde que assumiu o Flamengo, Dorival Jr. recolocou o Rubro-Negro nos trilhos. O bom desempenho dentro de campo fez o clube carioca chegar à final de Libertadores e da decisão da Copa do Brasil. Um dos destaques do treinador no plantel é Gabigol, que, no passado, ficou perto de reforçar o São Paulo, rival da equipe comandada pelo técnico em 2018.

Em entrevista ao canal do jornalista Jorge Nicola, em 2020, Dorival Jr. revelou que pediu a contratação do atual camisa 9 do clube carioca para Raí, na época diretor-executivo de futebol do Tricolor. No entanto, Raí preferiu Diego Souza à Gabriel Barbosa que acabou retornando da Europa para o Santos.

“Quando eu me reuni com o Raí, quando ele tinha acabado de entrar como executivo de futebol, ele me falou ‘Dorival, eu tenho dinheiro pra contratar um jogador’. E eu falei ‘Raí, posso te falar uma coisa? Eu não quero que vocês tragam ninguém que não seja a nível de São Paulo, mas eu preciso de um jogador. Um atacante de lado’. Ele me pediu três nomes. Eu dei o do Everton (Cebolinha), do Bruno Henrique e do GabigolEstávamos fechados com o Gabigol. Eu estava nos Estados Unidos, e de repente, do nada, acabou não acontecendo e ele foi parar no Santos”, contou.

Dorival Jr. chegou até a se reunir com Gabigol. O treinador também contou que, no momento do papo, o atacante fez um pedido sobre o local que se sentiria mais à vontade para atuar no ataque.

“Pode perguntar pro Gabriel. Eu pedi um jogador e, inclusive, o Gabriel pediu para jogar como centroavante e eu falei ‘tá bom, não tem problema’. A gente conversou uma seis vezes. Eu saí dos Estados Unidos achando que o Gabriel estava contratado”, completou.

O tempo passou e, com as voltas que o mundo da bola dá, Dorival Jr. tem os três atacantes no Flamengo.

ESPN

Vinicius Pinotti, Dorival Junior, Sao Paulo, treino CCT, 19/09/2017, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press