Um dos maiores ídolos da história do Grêmio, Marcelo Grohe pode retornar ao clube em 2023. Atualmente no Al Ittihad, da Arábia Saudita, o goleiro é tratado como astro. Mas a “falta de palavra” da diretoria vem gerando mal-estar entre as partes.

Torcedores.com apurou que Marcelo Grohe tem valores para receber do Al Ittihad que não atravessa bom momento financeiro. Os árabes devem ao jogador três meses de salários, luvas que foram prometidas na última renovação de contrato e bônus por metas atingidas.

Na última terça-feira (6), houve uma sondagem inicial do clube gaúcho. Mas não há proposta oficial pelo arqueiro. A negociação é considerada completa pelos altos valores envolvidos na operação e demandará cautela para conseguir contratá-lo em 2023.

Apesar da excelente relação com o presidente do Al Ittihad, Ibrahim Albelewi, Marcelo Grohe vem cobrando uma posição sobre os valores pendentes. Estima-se que a dívida gire em torno de US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões, pela cotação atual).

Ainda segundo apurou a reportagem, que o Al Ittihad está trabalhando para solucionar a pendência até o fim de setembro a fim de evitar punição da Fifa com o Transfer Ban, o que impediria o clube de registrar jogadores.

O Al Ittihad, nesse momento, não cogita a possibilidade de perder Marcelo Grohe. No entendimento do clube, o jogador é considerado peça importante no planejamento do técnico Nuno Espírito Santo para esta temporada.

Recentemente, Marcelo Grohe foi sondado pelo São Paulo. Os salários são fora da realidade e John hoje é o principal nome do Tricolor.

Marcelo Grohe tem salário fora da realidade

De acordo com informações obtidas pelo Torcedores.com, Marcelo Grohe ganha US$ 190 mil (R$ 1 milhão, pela cotação atual) por mês no Al Ittihad. Ou seja, o valor está acima da realidade financeira do Grêmio.

Apesar das cifras acima do teto do tricolor, Marcelo Grohe estaria disposto a abrir mão de valores para retornar ao Grêmio. Romildo Bolzan Jr, que deixará a presidência do clube no fim do ano, pretende deixar a contratação encaminhada para ser concluída pela próxima gestão.

A operação só será finalizada caso o camisa 1 consiga costurar uma rescisão amigável com o Al Ittahad. Seu contrato com os sauditas expira em dezembro de 2023. E a multa rescisória está fixada em US$ 2,5 milhões (R$ 13,1 milhões).

Atualmente, o Grêmio não trabalha com a possibilidade de empenhar essa quantia para adquirir os direitos econômicos de Marcelo Grohe. O São Paulo, por sua vez, já tomou conhecimento dos números em torno de uma eventual negociação com o jogador.

Entretanto, não há a menor possibilidade de a diretoria do Tricolor do Morumbi oferecer um contrato seguindo esses parâmetros econômicos. E o salário é considerado inviável pelo clube, segundo informou uma fonte ao Torcedores.com.