O atacante Jonathan Calleri, que atualmente brilha no São Paulo, também foi muito bem quando surgiu para o futebol no Boca Juniors na temporada 2015.

Inclusive, em seu primeiro ano de carreira, quando ainda não era titular do time Xeneize, passou por um momento histórico ao integrar o elenco durante as oitavas de final da Libertadores daquela temporada, quando o Boca encontrou o River Plate.

No duelo disputado em La Bombonera, a torcida Xeneize soltou um gás de pimenta no túnel de acesso ao campo e os jogadores do River Plate foram afetados. Após muita confusão dentro de campo, o jogo foi interrompido e, na sequência, o Boca Juniors acabou desclassificado nos tribunais pela Conmebol.

De acordo com Rodolfo Arruabarrena, técnico do Boca Juniors na ocasião, enquanto era debatido o futuro do jogo entre dirigentes e atletas, Calleri estava no celular com a mãe.

“No dia do gás de pimenta, no meio da confusão, vejo que o Calleri estava no telefone com a mãe para que lhe preparasse milanesas incríveis”, disparou.

Futebol Latino