Casemiro está de malas prontas para a Inglaterra. O volante está por detalhes de ser o novo reforço do Manchester United, que pagará 60 milhões de euros (R$ 312 milhões) ao Real Madrid, assinando um contrato de quatro anos, e rendendo uma boa grana ao São Paulo, clube que o projetou para o futebol.

O Tricolor tem direito a 3,5% do valor total da transferência de Casemiro por ser o clube formador do atleta, conforme prevê o mecanismo de solidariedade da FIFA.

Desta forma, o Tricolor deverá receber 2,1 milhões de euros (R$ 10,9 milhões), quantia significativa e que não era esperada pelo clube.

Casemiro chegará ao Manchester United para recolocar o clube no caminho das glórias. Fora da Liga dos Campeões, torneio que não vence desde 2008, o clube conta com o volante, pentacampeão da competição pelo Real Madrid, para resgatar o DNA vencedor que há tempo não é visto em Old Trafford.

O Manchester United ainda poderá transferir ao São Paulo mais dinheiro nesta janela de transferências. Isso porque o clube inglês ainda não desistiu de contratar Antony, do Ajax, apesar das consecutivas negativas dos holandeses.

O São Paulo tem direito a 20% do valor que exceder 16 milhões de euros, quantia paga pelo Ajax para tirar Antony do Morumbi. A última proposta recusada pelos holandeses foi de 80 milhões de euros. Caso o clube de Amsterdã aceitasse essa investida do Manchester United, o Tricolor teria direito a 20% de 64 milhões de euros, o equivalente a 12,8 milhões de euros (R$ 66,5 milhões).

Ou seja, ao fim desta janela de transferências do futebol europeu o São Paulo poderá ter arrecadado nada mais, nada menos que R$ 77,4 milhões com as contratações do Manchester United para reforçar o elenco do técnico Erik tem Hag.

Gazeta Esportiva