Neste domingo, às 16h, o São Paulo enfrenta o Bragantino, fora de casa, em confronto válido pela 22ª rodada do Brasileirão Série A. Após conseguir vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana, e com 26 pontos, o Tricolor deve ter uma equipe alternativa, visando a Copa do Brasil. O massa bruta, que está na oitava posição, tem sido uma pedra no sapato de Rogério Ceni, comandante são-paulino.

Desde que trocou a meta pelo banco de reservas, já foram seis confrontos, e um aproveitamento de 27%, com uma mísera vitória, ocorrida no primeiro duelo entre ambos, no ano retrasado, quando dirigia o Fortaleza, por 3 a 0, no Castelão. Desde então, nada de triunfos. No segundo turno do Brasileirão 2020, já dirigindo o Flamengo, onde faturou o título após substituir o espanhol Domenéc Torrent, empate por 1 a 1, em Bragança Paulista.

Ano passado, no primeiro turno, derrota eletrizante por 3 a 2, em pleno Maracanã, com gol de Chrigor já nos acréscimos. No segundo turno, já de volta ao São Paulo, no lugar do argentino Hernán Crespo, nova derrota, por 1 a 0, gol marcado por Luan Cândido, um dos principais destaques da equipe. Na atual temporada, derrota por 4 a 3 no Campeonato Paulista, em partida memorável. No primeiro turno do Brasileirão, empate por 1 a 1, com Alerrandro inaugurando o marcador já no primeiro minuto, e Éder igualando na etapa final.

Torcedores.com