São Paulo eliminou o Palmeiras nas oitavas de final da Copa do Brasil na última quinta-feira, nos pênaltis, e o goleiro Jandrei se destacou por defender duas cobranças na disputa. Mas o arqueiro do Tricolor considera que o técnico Rogério Ceni teve participação decisiva quando a equipe visitante estava em situação complicada.

Durante a partida no Allianz Parque, os donos da casa chegaram a estar com placar de 2 a 0, vantagem que os classificariam sem sequer ir aos pênaltis. O são-paulino comentou sobre a recuperação de sua equipe no jogo após as indicações de Rogério Ceni.

“Depois do 2 a 0 a gente conseguiu colocar a cabeça no lugar. O Rogério Ceni conseguiu ajustar o que tinha que ajustar ali dentro de campo pra que a gente conseguisse fazer um final de primeiro tempo melhor, equilibrasse a partida e conseguisse jogar. Acho que fomos felizes nessa noite, todo mundo se entregou e se dedicou ao máximo pra que a gente chegasse à decisão de pênaltis confiantes para efetuar as cobranças da melhor maneira. Fomos muitos felizes e conseguimos uma grande classificação”, disse Jandrei, em entrevista à TV Bandeirantes.

Na disputa de pênaltis, Jandrei defendeu as cobranças de Raphael Veiga, que já havia perdido uma penalidade no tempo regulamentar, e Wesley. O goleiro falou sobre a preparação para estas situações.

“A preparação para pênaltis pra mim acontece em todos os jogos. Pode acontecer uma cobrança de pênalti durante o jogo, mas a gente se preparou para fazer uma partida boa dentro do Allianz, para que a gente buscasse essa classificação. O Rogério planejou bem a partida. A gente entrou um pouco abaixo no começo, mas conseguimos nos reerguer dentro da partida e fazer um jogo seguro”, explicou.

Gazeta Esportiva