O técnico Rogério Ceni espera um jogo bastante difícil contra o Atlético-GO no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Passada a goleada por 4 a 2 sobre a Universidad Católica, no Chile, pela ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, o São Paulo agora volta o foco para a competição por pontos corridos e terá apenas um dia de preparação antes de ir a campo novamente.

“Temos um jogo difícil pelo Brasileiro fora de casa, mais uma viagem. Descansamos sexta, sábado trabalhamos e depois viajamos. Vamos enfrentar uma equipe muito forte fisicamente, que é o Atlético-GO, precisamos pontuar, porque nas últimas três rodadas fizemos apenas um ponto”, comentou Rogério Ceni.

De fato, o Tricolor precisa reagir no Brasileirão. A equipe conquistou apenas duas vitórias nos últimos dez jogos e se distanciou das primeiras colocações da tabela. Tendo como principal objetivo se classificar para a Libertadores, o São Paulo não pode seguir tropeçando no torneio.

Com nove desfalques por problemas físicos, Ceni não tem muitas peças para rodar o elenco e deve colocar em campo neste domingo um time semelhante ao que enfrentou a Universidad Católica na última quinta-feira.

“Por isso temos de tratar de recuperar os jogadores fisicamente, porque não há muito o que fazer. O que preocupa é o que afeta fisicamente aqueles que ficaram até o fim do jogo, tendo que correr, se desdobrar pelos outros que saíram. Não podemos ter mais lesões, há poucos jogadores”, concluiu Ceni.

Gazeta Esportiva