Mesmo treinando com o elenco profissional do São Paulo há pouco tempo, Luizão já vem chamando atenção de Rogério Ceni. O zagueiro de apenas 20 anos disputou a Copinha sob o comando de Alex e agora busca se firmar no time de cima, integrando o grupo de transição ao lado de outros jovens como Moreira, Caio, Beraldo e Young.

Luizão já foi relacionado para quatro partidas do time profissional do São Paulo neste ano, mas entrou em campo apenas uma vez. Contra o Everton, no Chile, pela Copa Sul-Americana, o jovem estreou pela equipe principal ao ser acionado no segundo tempo, substituindo Rigoni.

A falta de opções para a zaga também joga a favor de Luizão. Atualmente, Ceni conta somente com Arboleda, Diego Costa, Miranda e Léo, que também pode atuar como lateral-esquerdo, sua posição de origem. Recentemente o São Paulo até tentou contratar mais um defensor, mas esbarrou na falta de dinheiro. Justamente por isso, o jovem vindo da base pode acabar suprindo a carência no elenco tricolor.

“No momento, não temos condições de contratar ninguém. Tenho o Luizão, que vem treinando bem, é da casa, entrou bem no último jogo, contra o Everton, no Chile. A janela só abre em junho”, afirmou Rogério Ceni.

Na última quinta-feira, contra o Juventude, em Barueri, o São Paulo entrou em campo com um esquema diferente, apostando em três zagueiros: Arboleda, Diego Costa e Léo. O experiente Miranda e o jovem Luizão foram as únicas opções para a posição no banco de reservas.

Caso Rogério Ceni siga apostando nesse esquema com três zagueiros nas próximas partidas, Luizão deve seguir sendo relacionado e, quem sabe, receber mais minutos no time profissional, podendo trilhar a mesma trajetória de Diego Costa, outro defensor formado em Cotia que vem se consolidando cada vez mais como titular absoluto do São Paulo.

Gazeta Esportiva