O técnico Rogério Ceni reconheceu o esforço da diretoria do São Paulo por, mesmo com o clube atravessando grave crise financeira, ter trazido sete reforços para a atual temporada. Com um elenco recheado de peças, o comandante tricolor vem conseguindo manter a competitividade da equipe nas diferentes competições que disputa, promovendo um rodízio de jogadores a cada partida.

Mas, não é apenas pela contratação de sete atletas que Ceni reconheceu o trabalho de Julio Casares, Carlos Belmonte, Rui Costa e companhia. O técnico do São Paulo também elogiou a postura da alta cúpula em relação às pendências financeiras com os jogadores, que em 2020 tiveram boa parte de seus salários suspensa devido à pandemia de covid-19.

“Fico satisfeito pelo empenho de tentar colocar tudo em dia, melhorar as condições de trabalho e ainda trazer um ou outro jogador. Conseguimos em observação, alguns em fim de contrato, pescar jogadores que podem agregar ao desenvolvimento do time”, comentou Ceni.

Dos sete atletas contratados pelo São Paulo para a temporada de 2022, cinco desembarcaram no Morumbi sem custos: Jandrei, Rafinha, Alisson, Andrés Colorado e André Anderson.

E só não houve mais contratações porque a crise financeira vivida pelo São Paulo impossibilitou investimentos maiores. Ceni admitiu publicamente que gostaria de contar com um atacante de velocidade, driblador, e um zagueiro, mas a diretoria não conseguiu encontrar oportunidades de mercado envolvendo atletas destas posições.

Além de viabilizar sete reforços, a diretoria tricolor bateu o pé e não vendeu algumas das jovens promessas do clube na última janela de transferências europeia, assumindo o déficit no balanço de 2021 por entender que os valores propostos não eram compatíveis com o potencial de nomes como Rodrigo Nestor, Welington, entre outros.

“Saio satisfeito com relação ao esforço que a direção teve em manter jogadores. Não era esperado que fizéssemos contratações. Se em alguma posição falta um jogador, a gente tenta improvisar, encontrar. A gente também muda o sistema de jogo para se adaptar ao elenco Não era essa maneira que eu esperava jogar, mas foi o que melhor se ajustou para o tipo de jogadores que temos”, concluiu Ceni.

Gazeta Esportiva