“Existe uma questão, que é um pacto com os jogadores. Pacto estranho, porém firmado. É a dívida: o São Paulo deve aos jogadores, desde a pandemia, com a administração anterior, com diretos de imagem. E vem abatendo essa dívida mês a mês. A expectativa do São Paulo, depois de ter chegado à final do Paulistão e de rendas boas no Morumbi, além de algumas transações – como é o caso de Tchê Tchê -, é que pelo menos 80% da dívida estar solucionada até o final deste mês. O pacto é: não iremos investir em direitos de jogadores até zerar com o elenco. Não haverá investimento em quantia antes de zerar com os atuais jogadores. Por isso, Igor Rabello não acertou, pois o São Paulo teria que pagar direitos ao Atlético “