Revelação do São Paulo, Pablo Maia vibrou bastante com sua estreia no Campeonato Brasileiro, no último domingo, no Morumbi. O Tricolor não tomou conhecimento do Athletico-PR, goleando o rival por 4 a 0 e, de uma vez por todas, deixando o trauma da final do Paulistão para trás.

“Precisávamos de uma vitória assim para começar bem o Brasileiro. Não atingimos nosso objetivo no Paulista, mas creio que fizemos uma grande competição. Agora é o início de uma nova e fico feliz de ter começado desta maneira. A torcida pode acreditar que empenho nunca faltará da nossa equipe”, disse o jovem volante.

Pablo Maia surgiu na disputa da Copinha deste ano, ajudando a levar o São Paulo até a semifinal. Promovido por Rogério Ceni, o volante rapidamente conquistou seu espaço entre os atletas mais experientes, somando 22 jogos pela equipe de cima, 20 delas como titular, marcando dois gols, ambos na fase decisiva do Campeonato Paulista, contra o São Bernardo, nas quartas de final, e Corinthians, na semi.

“Tem sido um ano especial para mim. Meus primeiros torneios como profissional e procuro aprender a cada dia com todos. Cada vez mais me sinto à vontade com meus companheiros de elenco, tanto dentro de campo quanto fora dele. A tendência é evoluir cada vez mais”, completou.

O Tricolor volta a entrar em campo na próxima quinta-feira, quando recebe o Everton, do Chile, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. A tendência é que Pablo Maia seja preservado por Rogério Ceni nesta partida de meio de semana porque no próximo domingo o São Paulo encara o Flamengo, no Maracanã, pelo Brasileirão.

Gazeta Esportiva