São Paulo derrotou o Corinthians por 2 a 1, neste domingo, no estádio do Morumbi, em São Paulo, e se classificou à segunda final consecutiva do Campeonato Paulista. Vai lutar pelo bi contra o Palmeiras, time que teve disparado a melhor campanha em toda a competição, em dois jogos, sendo o segundo e decisivo na casa do rival. O técnico Rogério Ceni vê a sua equipe muito competitiva e promete muito empenho e disposição em campo para superar o favoritismo alviverde.

O primeiro jogo da final será nesta quarta-feira, no Morumbi, mas a data da segunda partida, com mando do rival, tem sido motivo de polêmica – até o presidente são-paulino Julio Casares já questionou uma possível mudança. O Tricolor não abre mão de jogar no domingo, como prevê a tabela original. E o adversário quer jogar no sábado por causa de um show musical em seu estádio.

Sobre o jogo deste domingo, Ceni explicou que o São Paulo tinha que se desdobrar em campo para derrotar o Corinthians. “A única maneira de vencer o Corinthians era com dedicação e empenho dentro de campo. O Corinthians tem um time muito bom tecnicamente. Com jogadores que tiveram na seleção em 2018, na Europa. Eu não imaginava por exemplo o Renato Augusto começando de 9, com o Giuliano fazendo a função dele. Achei que o (lateral) Welington seria melhor hoje (domingo). Quando ele coloca mais um zagueiro, o jogo se ajustou melhor pela esquerda. O time marcou bem. Os caras lutaram muito”, afirmou.

Gazeta Esportiva