Reserva contra o São Bernardo, na última terça-feira, o atacante Calleri entrou no começo do segundo tempo, logo após o São Paulo sofrer o primeiro gol da partida, e ajudou o time na vitória de virada, de goleada, por 4 a 1, no estádio do Morumbi, que valeu vaga na semifinal do Campeonato Paulista. Fez um gol, o quarto da equipe, e chegou a seis na temporada. Como sempre acontece, a torcida entoou o cântico “Toca para o Calleri que é gol” para o argentino, que exaltou a força dela para o desempenho do elenco.

“É muito gratificante para mim, sempre disse que a torcida me abraçou desde o momento que eu cheguei. Eu sou muito grato a todo mundo aqui no São Paulo. Sou feliz aqui. Agora estamos nas semifinais, temos três partidas ainda, mas estou confiante e espero que sejamos campeões para começar o ano da melhor maneira”, disse.

O que o argentino desaprova é a reação contrária de alguns torcedores com jogadores que não os agradaram em campo. Esse foi o caso, na última terça-feira, com o volante Igor Gomes. “Eu fico chateado quando alguns meninos, como Igor Gomes, que sempre dá tudo pelo time, sai xingado. Eu não gosto dessas coisas. Espero que o Igor possa ser importante, precisamos de todos”, afirmou.

Sobre a semifinal do Paulistão, que será neste final de semana, Calleri prevê que o rival, ainda a ser definido, deve ser o Corinthians. Isso acontecerá se o rival alvinegro derrotar o Guarani, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena, em São Paulo. E espera que o clássico seja no Morumbi.

“Acho que teremos um clássico, possivelmente com o Corinthians. Então, o gol é sempre importante para mim, para a confiança, e creio que é primordial”, comentou o argentino. “Penso que jogar a semifinal no Morumbi, que é um jogo só, é muito importante. Acho que a torcida teria um papel fundamental. A diferença é muito importante, então vamos tratar de nos recuperar e fazer o melhor todos os dias”.

De folga na quarta-feira, o elenco são-paulino volta aos trabalhos nesta quinta, a partir das 10 horas (de Brasília), no CT da Barra Funda.

Gazeta Esportiva