São Paulo não deve trazer novos reforços para esta temporada, pelo menos por enquanto. O clube priorizará o pagamento de algumas pendências devidas aos atletas e esfriou a possibilidade de fazer alguma proposta para os jogadores que vieram da Ucrânia, por exemplo. 

Quem admitiu essa intenção foi o diretor de futebol do Tricolor, Carlos Belmonte, em entrevista ao ‘GE’. Ele destacou que, qualquer dinheiro que o clube receber, terá como prioridade esse acerto com o elenco. 

– Vamos fazer propostas a esses atletas ( vindos da Ucrânia) ou vamos continuar analisando o mercado pra ver como as coisas vão ficar? Nosso posicionamento hoje é esse: não vamos fazer propostas a ninguém. Qualquer recurso que entrar, tenho como prioridade esse passivo que está aqui desde 2020 – disse o diretor. 

O São Paulo deve aos jogadores ainda em relação ao acordo da pandemia de Covid-19. Na época, os jogadores recebiam só uma parte do salário, devido a paralisação dos torneios e não recebiam os direitos de imagem. Esses direitos de imagem são os valores devidos atualmente. 

Vale ressaltar que o Tricolor não têm pendências referentes a esse ano com os atletas, segundo o diretor. 

– Na sexta, pedimos para os atletas as notas para pagar a imagem de janeiro, que vence em fevereiro. A imagem de fevereiro, temos até o último dia de março, é um acordo que fizemos com os atletas – finalizou o dirigente. 

Lance!