Nesta quinta-feira, São Paulo e Palmeiras se enfrentam no Morumbi, às 20h30, em partida atrasada válida pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Os times, que vivem bom momento no estadual, contam com Pablo Maia e Danilo em um confronto de revelações com muito futuro pela frente.

Desde a última temporada, o Tricolor vinha sentindo falta de uma alternativa a Luan para a posição de primeiro volante. O elenco possuía diversas peças ofensivas, mas não tinha outro jogador marcador além do camisa 8. Isso mudou após Rogério Ceni acompanhar a Copa São Paulo de Futebol Júnior e ver Pablo Maia jogando.

A personalidade do volante de 20 anos chamou a atenção, assim como a imposição à frente dos zagueiros. Mesmo com o erro cometido na semifinal contra o Palmeiras, o atleta foi incorporado ao elenco profissional e, rapidamente, mostrou que seria muito útil ao time principal.

Pablo Maia disputou apenas sete partidas pelo profissional do São Paulo, sendo cinco delas como titular, mas trouxe o equilíbrio a uma equipe que busca dominar o adversário com a posse de bola. A postura firme, com raça para disputar todas as bolas no meio-campo, conquistou a torcida.

A revelação foi elogiada por Muricy Ramalho, coordenador de Futebol do Tricolor, em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta.

“A mudança de um jogador melhora todo o time. Na minha opinião, o São Paulo estava jogando com meias, não tinha volante, o Luan se machucou. O Nestor não é um primeiro volante, é mais um meia, chega muito na frente, e cresceu muito o futebol dele. Estávamos no mercado para buscar um volante, aí o Rogério deu uma oportunidade para esse menino e estabilizou nosso meio-campo”, disse Muricy.

Do outro lado, Danilo já está em outro patamar em termos de status na carreira. O jogador de 20 anos fez sua estreia pelo time profissional do Verdão em setembro de 2020, quando a equipe ainda era comandada por Vanderlei Luxemburgo. O técnico precisou de apenas 20 minutos de treino para notar que o volante era acima da média.

Meses depois, Danilo passou a ser peça fundamental do time de Abel Ferreira. Por mais que não tenha sido titular absoluto até o início desta temporada, devido à presença do experiente Felipe Melo no elenco, o meio-campista mostrou serviço em momentos agudos, não sentindo a pressão em nenhum momento.

Pelo time profissional, Danilo já soma 92 partidas disputadas e seis gols marcados. O volante participou das conquistas das duas Libertadores do ano passado, da Copa do Brasil da temporada de 2020 e da Recopa-Sulamericana deste ano.

O Palmeiras sabe que receberá ofertas por Danilo no meio da temporada, na janela de transferências mais relevante para os europeus. Como une poder de marcação e qualidade técnica, é valorizado no mercado e deverá render uma quantia considerável aos cofres do Verdão.

O São Paulo chega para o clássico na primeira colocação do grupo B, com 17 pontos. Enquanto isso, o Palmeiras está na liderança da chave C, com 20 pontos, tendo a melhor campanha geral do Paulista.

Gazeta Esportiva