Alguns jovens integrantes do elenco do São Paulo podem acabar perdendo espaço nesta reta final do Campeonato Paulista por causa do retorno de importantes atletas que vêm desfalcando o time por causa de problemas físicos.

Para o clássico desta quinta-feira contra o Palmeiras, a tendência é que o técnico Rogério Ceni conte com o retorno de Alisson, Luan, Patrick e Nikão, sendo obrigado a abrir quatro vagas na lista de relacionados para que eles possam ficar à disposição.

Com a ausência do quarteto, jovens como Moreira, Beraldo, Juan, Talles Costa e Nathan vinham sendo convocados para os jogos do São Paulo no Paulistão.

Contra o Água Santa, Moreira chegou a ser titular do São Paulo na lateral direita, uma vez que Igor Vinícius sofreu um estiramento na coxa direita e Rafinha precisava ser poupado. Juan, por sua vez, preencheu o ataque e, no último domingo, contra o Corinthians, foi acionado no segundo tempo.

Agora, porém, Ceni deverá dar espaço aos atletas mais experientes. Nikão volta a ficar à disposição após cumprir isolamento por causa da covid-19, Luan e Patrick treinam há dias sem restrições e também devem retornar, e Alisson vem trabalhando normalmente com o restante do elenco nesta semana após se recuperar de um estiramento na região anterior da coxa direita, também figurando como reforço para o Choque-Rei.

“Para quinta-feira, Luan e Patrick podem ter condições de serem convocados, e vou ter que encontrar um lugar no elenco, não só no time, para colocar esses jogadores. Isso é bom, porque gera competitividade, mas também gera um aperto para o treinador ter que deixar um determinado jogador fora dos 23, por isso que não gosto de trabalhar com elenco tão numeroso”, disse Rogério Ceni.

Isso é um estímulo da concorrência que temos, por isso que todos têm que estar bem fisicamente. O time vai ganhando, vai conseguindo pontos, começa a ter briga pela posição. Para o treinador, em questão de administração do elenco, é difícil, mas para o time é positivo”, completou.

Gazeta Esportiva