A Bitso, patrocinadora do São Paulo, realizará uma ação de marketing durante o clássico contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Morumbi. A empresa, que estampa sua marca nas mangas do uniforme tricolor, desta vez irá exibir um QR Code no local e quem conseguir escaneá-lo, poderá ganhar R$ 50 para comprar Bitcoin ou outra criptomoeda comercializada sem sua plataforma.

Além das mangas do uniforme dos jogadores, o QR Code também será exibido nas telas da TV e do estádio para que os torcedores são-paulinos tenham mais chance de escanearem e serem premiados. A promoção só será válida durante a partida e, após seguir o passo a passo e preencher o formulário de inscrição, o prêmio será depositado na conta do usuário na plataforma da Bitso.

“Aqui na Bitso, nós acreditamos no imenso poder que as criptomoedas têm de ajudar na inclusão financeira aos cidadãos. Por isso, vemos no futebol – uma das grandes paixões do brasileiro – a chance de aproximar cada vez mais pessoas do universo cripto que é cheio de oportunidades”, afirmou Antonio Mota, Diretor de Marketing da Bitso no Brasil.

A Bitso chegou ao São Paulo neste ano, firmando um acordo válido por três anos. Além de estampar sua marca na manga das camisas dos jogadores, a empresa também leva o nome de um dos setores do Morumbi.

““Nossa parceria com o São Paulo vai muito além de uma estampa da nossa marca na camisa do time. Queremos criar possibilidades de interagir com os torcedores buscando estreitar os laços entre a Bitso e os fãs do futebol e tornar as criptomoedas cada vez mais úteis no dia a dia de todos”, completou o diretor da empresa.

Um exemplo do que foi citado por Antonio Mota é a possibilidade de os torcedores são-paulinos comprarem ingressos para jogos do time com bitcoin. A Bitso também não fechou as portas para uma eventual compra do naming rights do Morumbi.

“Esse é um namoro. Naturalmente temos o sector right, fazendo um test-drive. Seria um sonho ter o nosso estádio com o nome de uma marca com o porte da Bitso”, afirmou o diretor de marketing do São Paulo, Eduardo Toni, durante a apresentação do novo patrocinador, em janeiro deste ano.

Gazeta Esportiva