Passados nove jogos desde o início da atual temporada, o técnico Rogério Ceni ainda enfrenta problemas no ataque do São Paulo. Com dificuldades para romper as linhas de marcação dos adversários, o Tricolor figura como o segundo time que menos dribla no Campeonato Paulista.

Ceni já externou em diversas entrevistas que gostaria de contar com jogadores velocistas, acostumados a atuar pelos lados do campo no ataque, que se destacam pela capacidade de improviso. O São Paulo, entretanto, não conseguiu atender ao pedido de seu treinador nesta janela, embora tenha contratado seis reforços.

De acordo com a Footstats, em oito jogos no Paulistão, o São Paulo soma 25 dribles certos, à frente apenas do Mirassol, que tem 23. Santos e Corinthians ocupam a primeira e segunda colocações, respectivamente, com 66 e 65 dribles.

Não por coincidência, o Tricolor também é o time que menos erra dribles no Campeonato Paulista, justamente pelas poucas tentativas.

Neste sábado, contra o Corinthians, a tendência é que o São Paulo tenha menos dificuldades do que vem tendo desde o início da temporada, já que enfrentará um time que não se limitará a defender apenas, casos de clubes de menor expressão que enfrentaram o Tricolor neste ano, como Ituano, Santo André, Inter de Limeira, Campinense, entre outros.

As partidas contra Red Bull Bragantino e Santos provam isso. Por se tratarem de equipes de Série A, o São Paulo não teve de superar a retranca adversária, já que seus rivais também saíram para o jogo, e marcou seis gols nessas duas ocasiões, perdendo por 4 a 3 em Bragança Paulista e vencendo por 3 a 0 na Baixada Santista.

Gazeta Esportiva