Ainda buscando a primeira vitória no Campeonato Paulista, o São Paulo visitou o Red Bull Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid pela terceira rodada do torneio. Em noite encantada de Hyoran e com viradas dos dois lados, o Massa Bruta venceu por 4 a 3, deixando o Tricolor ainda sem vitória.

O resultado aumenta a pressão sobre Ceni, que conheceu a sétima derrota em 16 jogos desde que reassumiu o Tricolor, em outubro do ano passado (teve também cinco vitórias e quatro empates). Mas o começo ruim de temporada ameaça a continuidade do ex-goleiro no Morumbi?

Segundo apuração do repórter dos Canais Disney Eduardo Affonso, não há por enquanto a possibilidade de Ceni deixar o São Paulo, nem por vontade da diretoria e nem por intenção própria. Veja no vídeo acima a explicação e bastidores sobre o assunto.

De acordo com a reportagem, não faz parte dos planos dos dirigentes interromper o trabalho de Rogério Ceni. O ídolo foi contratado para substituir Hernán Crespo, campeão paulista em 2021, pouco tempo após a demissão do argentino e goza de prestígio com a cúpula tricolor, desde o presidente Julio Casares até o coordenador Muricy Ramalho.

Também não está na cabeça de Rogério a possibilidade de deixar o São Paulo neste momento. Segundo apurou a ESPN, o ex-goleiro teve alguns dos reforços que pediu, com exceção ao atacante de velocidade que ele deseja há meses, realizou a pré-temporada e deseja prosseguir com o trabalho

O contrato do ex-goleiro com o São Paulo, assinado há algumas semanas de forma oficial, vai até dezembro de 2022. A pressão por melhores resultados faz parte do dia a dia de Ceni no CT da Barra Funda, mas, por enquanto, não existe chance de interrupção do trabalho.

No grupo B, o São Paulo segue em terceiro lugar, com apenas um ponto, fora da zona de classificação à próxima fase do Paulista. O time não jogará no fim de semana, pois o adversário, que seria o Palmeiras, está no Mundial de Clubes. O próximo compromisso é na quarta-feira (9), contra o Santo André.

ESPN