Novo camisa 10 do São PauloNikão disputou neste domingo (30) o seu segundo jogo oficial pelo clube, no empate em 0 a 0 com o Ituano, no Morumbi, pelo Paulistão, mas ainda não fez gols ou deu assistências, algo que ele fazia com frequência no seu ex-clube Athletico-PR. Após a partida, durante a entrevista coletiva, o técnico Rogério Ceni falou sobre o atleta.

Questionado sobre a mudança do Furacão para o Tricolor, Ceni lembrou que Nikão tinha uma rotina bem diferente no ex-clube, que dava um maior tempo de pré-temporada para os jogadores do time principal, uma vez que disputa o Campeonato Paranaense com o seu time sub-23. E por conta disso, ele já vem sentindo a diferença, até mesmo fisicamente.

Na verdade o Nikão, a primeira grande diferença, é que o Athletico-PR se prepara três meses para jogar o Campeonato Brasileiro. Ele ficou muito tempo no Athletico-PR, então há anos o Nikão não faz uma pré-temporada em que ele inicia com competição, com jogos, como está sendo aqui”, começou por dizer.

“Aqui o Nikão treinou poucos dias e começou a jogar… Ele tem total liberdade para ir para dentro. Aliás, é o principal motivo que ele joga aberto pelo lado direito, para receber a bola e ir para dentro. Mas no momento, ele sofre um pouco na parte física, o que é natural e completamente esperado“, prosseguiu, antes de concluir.

“É um jogador que tende a crescer, se desenvolver”, finalizou.

Mais uma vez titular no São Paulo neste início de estadual, Nikão teve a oportunidade de disputar 60 minutos contra o Ituano. Na derrota por 2 a 1 para o Guarani, pela estreia na competição, foram 2 minutos a mais.

Agora, o São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira (3), às 21h35 (de Brasília), para compromisso fora de casa contra o Red Bull Bragantino, pela terceira rodada do Paulistão, em Bragança Paulista.

Ainda sem vencer na temporada, o Tricolor é apenas o 3º colocado no grupo B do estadual, com 1 ponto somado. Quem lidera é o São Bernardo, com 4, seguido pela Ferroviária, com a mesma pontuação, porém em 2º por conta dos critérios de desempate.

ESPN