São Paulo disputou duas partidas do Campeonato Paulista até o momento, contra Guarani e Ituano, e não conseguiu sair com a vitória. Titular nos dois jogos, Nikão ainda não marcou ou deu assistência com a camisa do Tricolor.

Em entrevista coletiva após o empate diante do Ituano, o técnico Rogério Ceni avaliou o começo do jogador no Morumbi, e destacou a dirença dos processos de pré-temporada no Athletico-PR, ex-time do atacante.

“A primeira grande diferença é que o Athletico-PR se prepara três meses para jogar o campeonato brasileiro. Então há anos o Nikão não faz uma pré-temporada de competição, de jogos, como está sendo aqui. No Athletico fazia 45, 60 dias de pré-temporada para só depois iniciar alguns jogos do campeonato paranaense e depois começar as competições”, disse o treinador.

“Aqui não, aqui o Nikão treinou poucos dias e vem começando. Ele tem total liberdade para ir para dentro, aliás é o motivo pelo qual ele joga aberto pelo lado direito sempre, sem dúvida nenhuma é para receber essa bola e ir para dentro. Mas eu acho que, no momento, ele sofre um pouco na parte física, o que é completamente esperado, ele jogou 120 minutos mais ou menos nesses dois jogos, e ainda vai demorar um tempo para entrar na parte física. É um jogador que tendo a crescer, a se desenvolver”, acrescentou Rogério Ceni.

Nikão e o São Paulo voltam a campo na próxima quinta-feira, diante do RB Bragantino. A partida será válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista, às 21h30 (de Brasília).

Gazeta Esportiva