Jogar sem Luan no meio-campo virou sinônimo de receio no São Paulo. Isso porque os números do Tricolor com e sem o volante no time titular são completamente diferentes e atestam a importância que ele possui para o funcionamento da equipe como um todo.

De acordo com a Footstats, desde o início de 2021 para cá, o São Paulo disputou 71 jogos. Luan estava presente em 40 delas. Com o volante escalado, o Tricolor tem um aproveitamento de 63%. Sem ele, o time somou apenas 39% dos pontos em disputa.

Com Luan em campo o São Paulo somou 20 vitórias, 15 empates e apenas cinco derrotas. Sem o volante, o Tricolor conquistou apenas nove triunfos e 13 resultados negativos, além de outros nove empates.

Em relação à média de gols marcados e sofridos por jogo a diferença é ainda maior. Com Luan, o São Paulo marcou 1,63 gol e sofreu 0,73 gol por jogo. Sem ele, marcou 1,19 e sofreu 1,29 gol por jogo.

Neste início de temporada, Luan, com dores musculares, vem fazendo falta à equipe de Rogério Ceni. O jogador ainda não teve a oportunidade de trabalhar com o ex-goleiro, já que se lesionou na véspera de sua estreia no comando da equipe, contra o Ceará, no Brasileirão do ano passado. Agora, novos problemas físicos impedem o treinador a escalar o jovem revelado em Cotia.

Gazeta Esportiva