A manhã desta sexta-feira foi marcada por novidades no São Paulo, no CT da Barra Funda. Tiago Volpi e Jonathan Calleri, dois dos 11 atletas contaminados pela covid-19 antes do início da pré-temporada, se reapresentaram após cumprirem isolamento social, se juntando ao restante do grupo comandado pelo técnico Rogério Ceni.

Tiago Volpi já havia testado positivo antes da rodada de exames realizada em sistema drive-thru, na última segunda-feira, no CT da Barra Funda. Além do goleiro, Miranda, Gabriel Neves e Pablo também não se reapresentaram pelo mesmo motivo.

Calleri, por sua vez, já havia procurado o departamento médico no início do ano para informar sobre a suspeita de covid. Como o centroavante argentino manifestou sintomas dias antes da reapresentação, seu período de isolamento foi mais rápido que o de outros jogadores infectados, como Reinaldo, Patrick, Rodrigo Nestor, Thiago Couto, Rafael Silva e Danilo Gomes.

Ainda assim, por precaução, Tiago Volpi e Calleri realizaram novos testes para covid-19 nesta sexta-feira e, com o resultado negativo, já não possuem qualquer tipo de restrição para participarem do dia a dia do elenco são-paulino.

O técnico Rogério Ceni comanda trabalhos em dois períodos nesta sexta-feira. Os atletas voltam ao batente ás 16h (de Brasília) para um treino técnico e tático. Nesta semana, apenas na última quinta e no próximo domingo o grupo terá atividades em um único horário.

A estreia oficial do Tricolor na temporada de 2022 acontece dia 27 de janeiro, contra o Guarani, fora de casa, às 21h30 (de Brasília), pela primeira rodada do Campeonato Paulista. O São Paulo é o atual campeão do torneio e tem a missão de conquistar o bicampeonato estadual, o que não acontece desde 1992.

Gazeta Esportiva