A empresa de criptomoedas mexicana Bitso Ã© a nova patrocinadora do São Paulo. O acordo terá três anos de duração e colocará a empresa de criptomoedas na manga do uniforme são-paulino. Em dezembro, a empresa já havia feito uma postagem nas redes sociais dando indícios de um acordo com o time.

Pelo acordo, o São Paulo terá que organizar um torneio amistoso com outros três clubes da América do Sul com o patrocínio da Bitso. A empresa também dará nome a um setor do Morumbi, localizando estrategicamente para que tenha exposição nas transmissões, além de colocar a criptomoeda como forma de pagamento para a compra de ingressos.

A Bitso deseja utilizar o clube como plataforma para popularizar a criptomoeda e estará presente nas redes sociais do Tricolor com campanhas utilizando os atletas. A companhia pagará R$ 13.5 milhões pelo período de três anos ao São Paulo, totalizando R$ 40.5 milhões por todo o patrocínio.

O São Paulo será o segundo time de futebol a contar com o patrocínio da Bitso. Em novembro, o Tigres, do México, anunciou o patrocínio da empresa de criptomoedas.

A Bitso se apresenta como uma das maiores plataformas de criptomoedas da América Latina. A intenção é apresentar o setor cripto de um modo transparente e descomplicado, permitindo a compra, venda e negociação de bitcoin e outras criptomoedas instantaneamente.

MKT ESPORTIVO