A vitória sobre o Palmeiras, na quarta-feira passada, foi o último clássico disputado pelo São Paulo no ano de 2021. A temporada marcou o melhor resultado do Tricolor em duelos contra os rivais do estado nos últimos sete anos.

Enquanto nas últimas temporadas, os clássico eram motivo de preocupação para os são-paulinos, 2021 mudou o pensamento da equipe diante dos rivais. Com a vitória em cima do Palmeiras, o Tricolor terminou o ano com um aproveitamento de 53,8% em duelos contra os quatro grandes do estado.

DESEMPENHO DO SÃO PAULO EM 2021:

Em 13 confrontos, são cinco vitórias, seis empates e apenas duas derrotas para o Tricolor em clássicos em 2021, o que significa um aproveitamento melhor do São Paulo nos últimos sete anos:

  1. 2014: 62,9% – 5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas; –
  2. 2015: 21,4% – 2 vitórias, 3 empates e 9 derrotas; –
  3. 2016: 29,6% – 2 vitórias, 2 empates e 5 derrotas; –
  4. 2017: 36,1% – 3 vitórias, 4 empates e 5 derrotas; –
  5. 2018: 33,3% – 3 vitórias, 2 empates e 6 derrotas; –
  6. 2019: 28,2% – 2 vitórias, 5 empates e 6 derrotas; –
  7. 2020: 48,1% – 3 vitórias, 4 empates e 2 derrotas;..
  8. 2021: 53,8% – 5 vitórias, 6 empates e 2 derrotas.

Em 2021, a principal vítima do Tricolor foi o Palmeiras, clube que tiveram sete embates. Entre duelos que decidiram final de Campeonato Paulista, além de quartas de final de Libertadores, foram sete jogos ao todo, com três vitórias para o São Paulo, três empates e somente uma derrota.

Nos anos entre 2015 e 2020, em que a gestão Leco esteve no São Paulo, foram 53 clássicos disputados e um aproveitamento de apenas 32,7%. Já com Julio Casares, atual presidente que assumiu em janeiro de 2021, foram 15 clássicos, com cinco vitórias, sete empates e três derrotas, um aproveitamento de 48,8%.

Mercado do Futebol