Pouco se fala de Rui Costa no noticiário e nos debates entre torcedores nas redes sociais, mas, de acordo com pessoas que trabalham no São Paulo, o trabalho do executivo de futebol vem ganhando destaque. Nesta sexta-feira, durante a apresentação de Gabriel Neves, o diretor de futebol do Tricolor, Carlos Belmonte, fez questão de elogiar o responsável pelas negociações do clube.

“O Rui faz um trabalho silencioso, mas toda questão negocial é feita pelo Rui Costa. Eu acredito que no mercado possa haver executivos de futebol com a mesma qualidade e caráter do Rui Costa, mas melhor que o Rui Costa não tem. Estamos muito satisfeitos, muito felizes com o trabalho feito pelo Rui Costa”, disse Carlos Belmonte.

Com pouco dinheiro para investir em reforços, o São Paulo vem sendo obrigado a compensar a falta de poder financeiro com criatividade. Foi assim com Jonathan Calleri, por exemplo. O Tricolor já havia feito uma proposta pelo atleta há alguns meses, rejeitada por seus empresários. Sendo assim, o clube aguardou o fim da janela de transferências internacionais para saber se o argentino receberia uma oferta atraente para assinar com um novo time na Europa, o que não aconteceu.

Precisando definir uma equipe para que Calleri desse continuidade à sua carreira, os empresários se viram sem muitas escolhas e acabaram aceitando uma nova proposta do São Paulo, que não fugiu muito da primeira, rejeitada pelos mesmos agentes.

Rui Costa foi contratado por Julio Casares para ser seu principal agente no mercado. Com contrato válido por três anos, ou seja, durante todo o mandato do presidente tricolor, o executivo de futebol já trouxe para esta temporada Bruno Rodrigues, Orejuela, Martín Benítez, Miranda, Eder, Rigoni, William, Gabriel Neves e Jonathan Calleri, além, é claro, de ter fechado com Hernán Crespo para o cargo de treinador.

O São Paulo é o quinto clube da carreira de Rui Costa. Antes do Tricolor, o executivo de futebol trabalhou no Grêmio, Chapecoense, reconstruindo o elenco após o trágico acidente de 2016, Athletico-PR e Atlético-MG.

Gazeta Esportiva