Depois de cinco anos, Calleri e São Paulo reataram o relacionamento. A equipe tricolor anunciou na última semana o retorno do argentino, que falou nesta quinta-feira sobre sua relação com o São Paulo e prometeu a mesma entrega de antes.

Desde que saiu, foram inúmeros flertes e campanhas de torcidas para o retorno do argentino: “Estou muito contente e feliz por voltar. Este é o clube onde me senti mais confortável, me respeitaram e me quiseram”, disse Calleri.

Calleri foi um dos pilares do tricolor na temporada de 2016, principalmente durante a Libertadores – Foram 17 jogos e 12 gols com o São Paulo na última passagem.

“Espero fazer o mesmo trabalho que fiz da última vez, acredito que vou conseguir. A entrega para mim é o máximo, vou deixar tudo por essa camisa. Tomara que possa fazer os mesmos gols que já fiz e ajudar a equipe da maneira que puder”, completou.

Calleri é o terceiro argentino no elenco tricolor, se juntando a Benítez e Rigoni. Além da dupla compatriota, Arboleda, Orejuela, Gabriel Neves, Joao Rojas, Galeano e Éder são os outros estrangeiros no São Paulo.

“Acredito que seja muito bom ter esse ambiente familiar – tem muitos argentinos, além de eu ter vivido seis meses no Brasil e já conhecer tudo. É sempre bom ter gente que fala o mesmo idioma, que conhecem melhor os seus costumes, mas aqui somos um grupo: brasileiros, argentinos, sul-americanos de toda parte. Espero que todos sejamos um grande grupo para conseguir nossos objetivos”, concluiu Calleri.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 20h30, pelo Campeonato Brasileiro. No Rio de Janeiro, a o tricolor visita o Fluminense, no Maracanã.

Gazeta Esportiva