Novo reforço do São Paulo, Gabriel Neves chegou ao clube ciente da tradição de ídolos uruguaios. Após Pedro Rocha, Darío Pereyra, Pablo Forlán e Diego Lugano eternizarem seus nomes na história tricolor, o volante de 24 anos espera ao menos chegar perto do que seus compatriotas fizeram vestindo vermelho, branco e preto.

Mas não foram apenas esses os uruguaios que passaram pelo Morumbi. A lista é extensa. Gabriel Neves é o 18º jogador do país a defender o São Paulo. A lista vai para 20 se contar treinadores.

“Tenho consciência da boa imagem que os uruguaios deixaram aqui e espero poder ajudar da minha maneira. Tomara que eu alcance o nível que outros uruguaios alcançaram. Estou muito motivado e é bom que meus compatriotas tenham ido bem aqui”, disse Gabriel Neves à spfctv.

O jogador deve realizar seu primeiro treinamento com o restante do elenco nesta quarta-feira. Gabriel Neves ainda não foi apresentado oficialmente, o que deve acontecer no fim da semana. Com mais 12 dias de preparação até o próximo jogo, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, o técnico Hernán Crespo tem o privilégio de comandar uma intertemporada para entrosar os novos reforços.

Neves foi contratado para trazer concorrência a Luan, que atualmente não rivaliza com nenhum outro atleta do elenco pela função de primeiro volante. O uruguaio também pode atuar como segundo volante, mas na posição já há uma disputa entre Liziero, Rodrigo Nestor e Talles.

Formado nas categorias de base do Nacional, Gabriel Neves já disputou Copa Libertadores e Sul-Americana. No ano passado foi convocado para defender a seleção uruguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, jogando alguns minutos da vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia.

Gazeta Esportiva