O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) suspendeu os auxiliares do São Paulo, Alejandro Kohan e Juan Branda, em dois jogos, por conta de uma confusão ocorrida na derrota do Tricolor para o Flamengo por 5 a 1, na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

O entrevero começou logo após o terceiro gol do Flamengo, quando o médico do Rubro-Negro, Marcio Tannure, fez gestos provocativos em direção ao banco do São Paulo, o que gerou reações do auxiliar físico Alejandro Kohan e do auxiliar técnico Juan Branda. 

O trio foi expulso pelo árbitro Felipe Fernandes de Lima. A dupla são-paulina precisou ser contida pela equipe policial para sair de campo. Vale destacar que o São Paulo ainda pode recorrer ao Tribunal Pleno para tentar aliviar as penas aplicadas a Kohan e Branda. O Tricolor ainda não recorreu da decisão.

O elenco do São Paulo folga nesta quarta-feira e retoma os trabalhos nesta quinta, de olho no jogo contra o Sport, às 20h30, no próximo domingo (22), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Lance!