O elenco do São Paulo ganhou o domingo de folga após o empate sem gols no Choque-Rei do último sábado, no estádio do Morumbi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Passado o estresse no clássico por causa da intervenção do VAR em lances capitais do jogo, o Tricolor agora volta o foco para a Copa do Brasil.

A delegação tricolor deixou o estádio do Morumbi de cabeça quente neste sábado. Superior ao Palmeiras no geral, o Tricolor teve três chances para sair de campo com a vitória. Na primeira, a arbitragem anulou corretamente o gol de Rigoni por impedimento. Na segunda, após revisão do VAR, o pênalti sofrido por Marquinhos foi cancelado. Por último, o gol contra de Gustavo Gómes também foi invalidado, levando os donos da casa à loucura.

O dia seguinte à classificação na Libertadores, contra o Racing, pelas oitavas de final, foi a última folga que os jogadores do São Paulo receberam. De lá para cá, Hernán Crespo e seus comandados vêm trabalhando incessantemente, tendo de lidar com uma dura maratona de jogos.

O São Paulo volta aos trabalhos nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda. O técnico Hernán Crespo começará a preparar a equipe para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco da Gama, em São Januário.

A segunda-feira também será importante para Marquinhos, que será reavaliado após se lesionar contra o Palmeiras, deixando o campo com dores na região posterior da coxa esquerda. Caso seja confirmada uma lesão, Crespo perderá mais um atleta para o jogo decisivo da Copa do Brasil e, na pior das hipóteses, também para a Libertadores.

Gazeta Esportiva