Apesar de mais uma partida abaixo das expectativas, o sistema defensivo do São Paulo conseguiu se destacar no clássico contra o Corinthians. As principais jogadas de ataque do rival alvinegro foram anuladas e o Tricolor voltou a terminar uma partida sem ser vazado após oito jogos.

A última vez que o time do Morumbi não havia levado gols aconteceu há pouco mais de um mês, no dia 29 de maio. Na ocasião, a equipe ficou no empate em 0 a 0 com o Fluminense dentro de seus domínios, na rodada de abertura do Campeonato Brasileiro.

A partir daí, o São Paulo foi vazado nos oito confrontos seguintes, contra 4 de Julho (duas vezes), Atlético-GO, Atlético-MG, Chapecoense, Santos, Cuiabá e Ceará. No total, os comandados de Crespo sofreram 13 bolas na rede.

O reestabelecimento da solidez defensiva passa pelo retorno de jogadores considerados titulares. No Majestoso, o volante Luan e os zagueiros Miranda e Léo voltaram aos 11 iniciais depois de se recuperarem de problemas físicos.

O meio-campista está longe dos gramados desde a partida contra o Fluminense por conta de um edema na coxa esquerda. Ele retornou no jogo contra o Ceará, mas retomou a titularidade no clássico. Em campo, contribuiu com cinco rebatidas e uma interceptação, segundo o Footstats.

Já a dupla de zagueiros voltou ao time titular contra o Corinthians. Miranda deu 11 rebatidas e foi o líder da equipe no quesito, enquanto Léo terminou o jogo com mais desarmes pelo Tricolor (3), além de ter anulado o atacante alvinegro Gustavo Mosquito.

Entretanto, dois jogadores do trio podem ser problemas para os próximos compromissos. Luan e Miranda voltaram a sentir desconfortos musculares e foram substituídos no segundo tempo do Majestoso. A dupla será reavaliada pelo departamento médico para averiguar se possui condições de seguir atuando pelo São Paulo.

Gazeta Esportiva

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press