No dia 27 de junho de 1971, no estádio do Morumbi com mais de 115 mil pessoas presentes, o São Paulo Futebol Clube sagrou-se campeão paulista de 1971 após vencer o Palmeiras por 1 a 0. O gol tricolor, marcado por Toninho Guerreiro logo no início da partida, coroou o “melhor meio de campo do país” (Edson, Gerson e Pedro Rocha) na época, mas também fez justiça a todo o elenco, montado com jogadores de qualidade após os 18 anos de contenção de despesas devido a construção da casa são-paulina. 

O bicampeonato paulista de 1970-71 veio para marcar o princípio de uma nova fase: A era de conquistas do São Paulo no Morumbi – afinal, essa foi a primeira conquista, de tantas, do time no estádio (o troféu do Paulistão de 1970 foi conquistado fora de casa).

Naquela temporada, o Paulistão foi disputado no formato “pontos corridos”, mas com tabela dirigida (ou seja, no final do primeiro turno, a federação moldou os jogos do segundo turno para que as rodadas finais apresentassem jogos entre os candidatos ao título). O Tricolor liderava a disputa, na última rodada, com um ponto de vantagem sobre o Palmeiras (34 a 33), ficando assim com a vantagem de jogar pelo empate no confronto decisivo.

Aos cinco minutos de jogo, contudo, o gol de Toninho Guerreiro praticamente selou o título para o São Paulo. Se todo esse contexto já era favorável, dentro de campo a situação não era diferente: a tranquilidade, a força de vontade e um sistema tático perfeito mantiveram o Tricolor com total controle do jogo durante toda a primeira etapa.

O decorrer do tempo só favoreceu ainda mais o time são-paulino, enquanto ele enervava os rivais, que partiam mais à ofensiva. Aos 17 minutos, contra-ataque são-paulino: Terto cruzou para Paraná, que em disputa com Eurico, caiu na área. O juiz Armando Marques não marcou o pênalti. Pouco depois, aos 22 minutos da etapa complementar, Leivinha, do Palmeiras, acertou o gol, mas o árbitro anulou o lance alegando mão na bola. O adversário ainda acertou a trave aos 38 minutos, mas nem isso abalou a confiança dos tricolores.

Já desesperados, Fedato e Eurico, palmeirenses, se enfureceram ao ver um torcedor atirar a bola, que havia caído na geral, ainda mais para longe, e agrediram o pobre rapaz. Com muita dificuldade, a polícia conseguiu conter os jogadores, que acabaram expulsos. Devido a esse destempero, o jogo seguiu até os 53 minutos do segundo tempo, quando enfim o homem de preto o apitou o final da partida e os são-paulinos puderam comemorar o bicampeonato paulista!

A partida decisiva

27.06.1971 – Domingo, 16h00 – Campeonato Paulista
São Paulo (SP). Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)
Sociedade Esportiva PALMEIRAS 0 X 1 SÃO PAULO Futebol Clube

SEP: Leão; Eurico, Luis Pereira, Minuca e Dé; Dudu e Ademir da Guia; Edu, Leivinha, Cesar e Pio (Fedato)

Técnico: Mário Travaglini
Expulsões: Fedato e Eurico, 44/2

SPFC: Sergio; Pablo Forlán, Jurandir, Arlindo e Gilberto Sorriso; Édson Cegonha e Gérson; Terto, Toninho Guerreiro, Pedro Rocha (Carlos Alberto) e Paraná

Técnico: Osvaldo Brandão
Gol: Toninho Guerreiro, 5’/1.

Árbitro: Armando Nunes Castanheira da Rosa Marques
Renda: Cr$ 913.196,00 (recorde da época)
Público: 103.887 pagantes e 11.548 menores

A campanha

Fase ̼nica РTurno
28.02.1971 – 3 X 1 Juventus
07.03.1971 – 2 X 3 Portuguesa
12.03.1971 – 4 X 2 Paulista
21.03.1971 – 2 X 1 Palmeiras
28.03.1971 – 2 X 1 Ferroviária
31.03.1971 – 1 X 0 Ponte Preta
04.04.1971 – 1 X 1 Corinthians
10.04.1971 Р3 X 1 Ṣo Bento
17.04.1971 – 1 X 0 Botafogo
21.04.1971 – 0 X 1 Santos
25.04.1971 – 1 X 0 Guarani

Fase ̼nica РReturno
01.05.1971 – 1 X 0 Juventus
08.05.1971 – 2 X 0 Guarani
16.05.1971 – 0 X 0 Santos
23.05.1971 – 2 X 1 Botafogo
26.05.1971 Р3 X 0 Ṣo Bento
30.05.1971 – 1 X 0 Ponte Preta
02.06.1971 – 2 X 1 Ferroviária
06.06.1971 – 0 X 1 Corinthians
12.06.1971 – 3 X 2 Paulista
19.06.1971 – 4 X 1 Portuguesa
27.06.1971 – 1 X 0 Palmeiras

Artilharia

Toninho Guerreiro – 15 gols
Terto – 5 gols
Pedro Rocha – 5 gols
Édson Cegonha – 3 gols
Paraná – 3 gols
T̩ia Р3 gols
G̩rson Р3 gols
Pablo Forlán – 2 gols

O elenco

JogadorPJVEDGS
Sérgio (Sérgio Wágner Valentim)GL221723017
Pablo Forlán (Pablo Justo Forlán Lamarque)LD22172320
Gilberto Sorriso (Gilberto Ferreira da Silva)LE22172300
Édson Cegonha (Édson de Souza Barbosa)VL21162330
Toninho Guerreiro (Antônio Ferreira)AT211623150
Terto (Tertuliano Severiano dos Santos)AT20152350
Gérson (Gérson de Oliveira Nunes)MC20152330
Pedro Rocha (Pedro Virgílio Rocha Franchetti)MC19142350
Paraná (Ademir de Barros)AT18132330
Jurandir (Jurandyr de Freitas)DF17141200
Lima (Paulo de Oliveira Lima)DF17132200
Carlos Alberto (Carlos Alberto Rodrigues)VL15112200
Arlindo (Arlindo Galvão)DF1191100
Téia (Antônio Zelenkov Silvestre)AT860230
Toninho II (Antônio Pedro de Jesus)AT641100
Lucas (Luiz Antônio Nascimento)AT430100
Paulo Nani (Paulo Nani da Silva)AT320100
Tenente (Waldir Isaú Pereira)LE110000
Picasso (Ronei Paulo Travi)GL110000
Everaldo (Everaldo Ferreira de Lima)AT110000
Dario (Dario Gomes Cardoso)DF110000

Site Oficial