O técnico Hernán Crespo deverá colocar em campo um time considerado reserva na partida desta quarta-feira, contra o Rentistas, no Uruguai, pela Copa Libertadores. Visando as finais do Campeonato Paulista, o comandante optou por poupar seus principais atletas, dando um voto de confiança aos jogadores menos tarimbados.

A partida em Montevidéu pode selar a classificação do São Paulo às oitavas de final da Copa Libertadores. Para isso, o Tricolor precisa vencer o Rentistas e torcer para que o Sporting Cristal não vença o Racing. A delegação embarca nesta tarde para o Uruguai.

O provável São Paulo para o confronto desta quarta-feira é composto por Lucas Perri, Bruno Alves, Diego Costa e Rodrigo; Orejuela (Igor Vinícius), Rodrigo Nestor, Gabriel Sara, Igor Gomes e Welington; Vitor Bueno e Rojas.

O Tricolor entra em campo nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), no Uruguai. Logo depois, na sexta, Crespo e seus comandados terão pela frente a Ferroviária, às 21h30, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Se avançar, joga a semifinal no domingo e depois, na terça da semana seguinte, recebe o Racing, pela Libertadores. Se for para a final, o São Paulo atuará quinta e domingo, fechando a longa maratona contra o Sporting Cristal, dois dias depois.

Justamente por isso, Hernán Crespo terá de priorizar uma das duas competições em que o São Paulo está fortemente envolvido. No Campeonato Paulista, o time está a quatro partidas de, enfim, encerrar o longo jejum de títulos existente há nove anos. Já na Libertadores, o Tricolor está com a classificação encaminhada e precisa de apenas uma vitória e um tropeço do Sporting Cristal para garantir sua classificação às oitavas de final.

Gazeta Esportiva