O clima está tranquilo no São Paulo após cinco vitórias consecutivas. Na última, o time comandado por Hernán Crespo derrotou o Sporting Cristal no Peru pela estreia da Libertadores. Autor de um dos gols, Eder comemorou o triunfo, relembrou percalços no hotel e brincou: “Terremoto Tricolor”. “O jogo não foi fácil, Libertadores não tem jogo fácil, tivemos que treinar no hotel, viagem longa. A gente fez o jogo ficar fácil e o grupo está de parabéns”, contou no vídeo de bastidores da SPFCTv.

Sem liberação das autoridades peruanas para sair do hotel na véspera do jogo, o São Paulo não conseguiu treinar em um campo do país vizinho. Dos quartos, os jogadores sentiram um abalo sísmico leve, de 5.0 graus na Escala Richter. “A gente estava no quarto conversando e de repente sentimos tremer, depois ficamos sabendo do terremoto. Foi o terremoto tricolor”, brincou o atacante.

Outro destaque da partida, Luan comemorou seu primeiro gol como profissional. “É um lance que o Crespo sempre pede para nós do meio campo, se não está dando apoio é para esperar o rebote. E eu tive a felicidade de pegar e chutar, graças a Deus saiu o gol. É um gol que eu vinha buscando no dia a dia, consegui realizar esse sonho que era fazer um gol com essa camisa”, contou. No vestiário, os jogadores pediram para Benítez, eleito melhor da partida na premiação da Conmebol, dividir o prêmio com o volante. Os dois balançaram as redes e participaram de mais um gol.

Tentando manter a sequência invicta, o São Paulo volta a campo amanhã, para enfrentar o Santo André às 20h (Brasília), no Morumbi, em jogo atrasado da 6ª rodada do Campeonato Paulista. O time lidera o grupo B com 19 pontos em oito partidas.

UOL