A diretoria do São Paulo teve um papo informal com líderes do elenco nesta quinta-feira para tratar sobre o atraso no pagamento dos direitos de imagem do ano passado. Apesar do assunto delicado, não houve qualquer tipo de reunião mais formal sobre o tema.

Os participantes dessa conversa não foram revelados, mas líderes que já haviam representado o elenco em outras situações fizeram questão de procurar a diretoria para entender como o clube iria arcar com seus compromissos, ainda que de forma atrasada.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, o São Paulo, que já atravessava grave crise financeira, passou a ter problemas ainda maiores relacionados ao caixa. Sem poder contar com a receita de bilheteria e com a menor exposição dos patrocinadores, já que as competições foram paralisadas, o Tricolor teve de promover cortes salariais e lidar com atrasos de outros compromissos.

Fato é que o pagamento dos direitos de imagem atrasado será realizado gradativamente. Alguns atletas já receberam uma certa quantia, mas há outros jogadores que ainda não foram contemplados. A tendência é que nos próximos dias os débitos sejam quitados.

Em busca de se tornar mais saudável financeiramente, o São Paulo vem apostando em empréstimos de certos atletas para diminuir a folha salarial, casos de Tréllez, Tchê Tchê, Toró, entre outros.

Gazeta Esportiva