Atualmente atacante do Guangzhou Evergrande, da China, Aloísio, de 32 anos, afirmou em seu Instagram para um torcedor brasileiro que a próxima meta de sua carreira como jogador de futebol é voltar a vestir a camisa do São Paulo, clube onde atuou em 2013 antes de desembarcar no outro lado do mundo.

No tricolor paulista, teve grande identificação com a torcida, apesar de permanecer por apenas um ano no clube, a temporada de 2013. Naquele ano, marcou 22 gols com a camisa tricolor e dividiu a artilharia com o ídolo de longa data, Luís Fabiano. Além dos gols, Aloísio também ficou marcado pela raça e entrega durante todas as partidas e até teve camisa comemorativa do clube sendo vendida.

O jogador já acumula bons números em território Chinês e, em 2020, já naturalizado como cidadão do país, foi convocado para integrar o elenco da seleção chinesa. Hoje, além de seu apelido “Boi Bandido”, Aloísio também atende por seu nome chinês: Luo Guofu. O atleta está na China desde 2014.

Vale pontuar que o futebol chinês sofre uma das primeiras crises financeiras de sua história. Ao todo, 16 clubes das três principais divisões entraram em colapso nos últimos 12 meses e foram desqualificados de competições por razões financeiras. Além de Aloísio, outros jogadores brasileiros devem buscar outros rumos brevemente.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=608&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F04%2FEx7sTAVXAAIjmgE.jpg&q=25&w=1080

Esporte News Mundo