O presidente em exercício do São Paulo Futebol Clube, Julio Casares, concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Jorge Nicola na noite desta segunda-feira (22). Entre os assuntos abordados por eles, esteve em pauta a contratação de Luís Fabiano, ex-atacante do Tricolor. Na oportunidade, um torcedor do time do Morumbi levantou a questão sobre uma eventual contratação do Fabuloso para a disputa do Campeonato Paulista. Casares rechaçou.

Para o mandatário, que afirmou respeitar a atual condição física do ex-camisa 9, o objetivo, neste caso, é somente fazer com que o centroavante tenha uma despedida à altura de seu tamanho no clube. Revelado nas categorias de base da Ponte Preta, Luís Fabiano defendeu as cores do São Paulo em dois momentos: de 2001 a 2004 e de 2011 a 2015.

O jogador, inclusive, estava presente no último título levantado pelo elenco profissional do São Paulo: a Sul-Americana de 2012. Naquela oportunidade, Lucas, que dias depois viajaria à Europa para defender as cores do PSG, levantou a inédita taça de campeões sul-americanos após o São Paulo derrotar o Tigre-ARG na grande final. De lá para cá, o São Paulo vive uma seca de mais de oito anos sem saber o que é levantar um caneco.

Quando o assunto Luís Fabiano foi levantado na conversa divulgada no canal do jornalista no YouTube, Casares foi enfático:

“Gosto muito do Luís (aliás, quem não gosta, né?). Ele merece uma grande despedida no São Paulo. Daí a jogar profissionalmente é outra coisa. Mas ele merece um estádio cheio. Uma grande despedida com uma camisa promocional, uma grande festa. Infelizmente, com a razão da pandemia, todo este projeto ficou adiado para o público puder retornar aos estádios. Aí sim ele fará a despedida”, salientou.

Natural de Campinas, no interior paulista, Luís Fabiano tem 40 anos. Seu último clube foi o Vasco da Gama, time que ele defendeu em 2017.

Esporte News Mundo