Depois de um domingo livre, parte do elenco do São Paulo voltou a treinar no CT da Barra Funda na manhã desta segunda-feira. A principal novidade ficou por conta de Léo, que cumpriu o isolamento após contrair a covid-19 e participou normalmente das atividades.

Léo iniciou a temporada com prestígio no Tricolor, sendo peça importante na saída de bola pela esquerda do time de Hernán Crespo. Diego Costa, que testou positivo para covid-19 dias após o seu companheiro de equipe, ainda não retornou aos treinamentos.

Como havia acontecido no sábado, a comissão técnica comandou um treinamento com a presença dos reforços (Miranda e Orejuela), jogadores que não vêm de uma longa sequência de partidas e atletas que recentemente se recuperaram de lesões, como Liziero e Rojas.

O treino desta manhã foi comandado pelos auxiliares Tobias Kohan e Vizolli e pelos preparadores físicos Alejandro Kohan e Pedro Campos. A primeira atividade foi realizada em uma área delimitada no gramado, com os jogadores sendo divididos em pequenos grupos. A ideia era exigir trocas rápidas de passes em um espaço reduzido, com marcação sob pressão.

Na sequência, a comissão ampliou os espaços no gramado e promoveu confrontos entre ataque em defesa, focando nas transições após recuperação e perda da bola. Por fim, os jogadores ainda praticaram finalizações ao gol.

O restante do elenco do Tricolor, que recebeu folga nos últimos três dias, irá se reapresentar na terça-feira. Nesta segunda, a Federação Paulista de Futebol acatou a paralisação do estadual até o dia 30 de março. Enquanto isso, o São Paulo seguirá trabalhando no CT da Barra Funda.

Gazeta Esportiva