Prestes a assumir o comando técnico do Sub-20 do São Paulo, o ex-meia Alex chegará ao Morumbi dentro de um contexto que envolve fatores importantes para um trabalho de ponta. De acordo com o Globo Esporte, que divulgou as informações em primeira mão, o principal objetivo da cúpula diretiva do time do Morumbi é oferecer todas as condições para que o ex-atleta desempenhe um papel de ótimos resultados a longo prazo.

Muito mais do que um simples desenvolvimento nas categorias de base do clube, Alex deverá ser treinado – e testado – para assumir o comando técnico do elenco profissional em um período de médio a longo prazo. Atualmente, quem ocupa a cadeira é Hernán Crespo, recém-contratado após a saída de Fernando Diniz. Marcos Vizzoli assumiu de forma interina entre os dois.

Na prática, a ideia é que Alex seja submetido a um processo similar ao que Muricy Ramalho promoveu no século passado. Quando comandava o time que ficou popularmente conhecido como “Expressinho”, Telê Santana adotou postura semelhante com relação ao atual coordenador de futebol do Tricolor. À época, Muricy chegou a atuar como auxiliar técnico de Telê, tendo conquistado o título da Copa Conmebol de 1994 com um elenco recheado de nomes muito jovens, como Rogério Ceni, tido por muitos como o principal ídolo da história são-paulina.

Depois de passar por outros clubes, como Náutico, Internacional e São Caetano, Muricy voltou ao São Paulo para se consagrar tricampeão brasileiro entre as temporadas de 2006 e 2008.

Juntamente com Alex, quem deve ser contratado para ajudar na composição da equipe técnica do Sub-20 são-paulino é PC de Oliveira. Com passagem de ótimos resultados pela Ferroviária, o profissional também conquistou um título mundial com a Seleção Brasileira de futsal.

Esporte News Mundo